Cosme Rímoli Medo do Olimpia e desastrosa venda de Luiz Henrique. Fluminense fora da Libertadores

Medo do Olimpia e desastrosa venda de Luiz Henrique. Fluminense fora da Libertadores

Semana com erros gravíssimos que custaram a eliminação na Libertadores. Anúncio de venda de Luiz Henrique. E retranca absurda de Abel no Paraguai. Derrota por 2 a 0. E nos pênaltis. Olimpia classificado

  • Cosme Rímoli | Do R7

Fluminense se encolheu, amedrontado. O Olimpia aproveitou. Está na fase de grupos

Fluminense se encolheu, amedrontado. O Olimpia aproveitou. Está na fase de grupos

Olimpia

São Paulo, Brasil

"Não podemos cometer a bobagem de viajar acreditando que vamos administrar a vantagem, pois o Olimpia sabe variar a sua forma de jogar. Nós vamos precisar agredir o adversário."

Essa foi a promessa de Abel Braga na véspera da partida decisiva de ontem, em Assunção, no Defensores del Chaco.

O experiente treinador de 69 anos, que já foi campeão mundial de clubes, sabia que tudo o que não poderia fazer era deixar seu time retrancado, tentando apenas se aproveitar da vantagem de 3 a 1, conquistada no Maracanã.

Mas foi exatamente o que fez.

Com as linhas baixas, o Fluminense entrou retrancado, sonhando com contragolpes. Mas seus jogadores estavam recuados demais. A postura amedrontada tirou a confiança do time carioca e encheu de coragem os paraguaios. Com direito à troca do atacante Cano pelo zagueiro Luccas Claro.

O resultado foi a dolorosa derrota por 2 a 0, gols de Recalde e Paiva, aos 43 minutos do segundo tempo. David Braz ainda salvou uma bola em cima da linha que poderia determinar a eliminação durante o jogo. 

Mas ela veio nos pênaltis, por 4 a 1, com os experientes Willian Bigode e Felipe Melo parando nas defesas de Oliveira. 

O Fluminense, que estava empolgando o país com planos ambiciosos de lutar pelo título da Libertadores, foi eliminado na "pré". Não conseguiu sequer chegar à fase de grupos.

"Nós jogamos mais retraídos justamente por isso [buscando os contragolpes]. Não se pode esquecer que, mesmo com vantagem, entramos com três atacantes de velocidade. Jogadores que tiveram várias vezes o contra-ataque, mas não estavam em uma noite feliz."

"Sobrecarregou demais os dois volantes."

"Mas, sinceramente, não dá pra entender muito. A desolação é muito grande. Foram gols sofridos que treinamos muito de quarta pra cá, porque sabíamos que era a forma que usam", disse Abel, na madrugada de hoje, após a eliminação.

De nada adiantou ter escalado Luiz Henrique, Cano e Arias se deixou o trio recuado demais.

Abel tem enorme responsabilidade na eliminação.

Mas ela precisa ser dividida com a diretoria. 

O anúncio da venda de Luiz Henrique foi um baque enorme. No pior momento

O anúncio da venda de Luiz Henrique foi um baque enorme. No pior momento

Lucas Merçon/Fluminense

O Fluminense tem dívidas de mais de  R$ 700 milhões, assumidas pelo próprio presidente Mario Bittencourt. Deve o salário de fevereiro e parte do décimo terceiro. Tem dívidas prementes de cerca de R$ 98 milhões, inclusive em transações internacionais, que podem causar punição da Fifa, proibindo o clube de contratar.

Mas o grande erro foi anunciar a venda de sua principal revelação, o atacante Luiz Henrique, ao Bétis, da Espanha, no sábado passado, quando o clube vivia seu momento de empolgação pela vitória no Maracanã diante do Olimpia.

A venda foi precipitada, por um valor baixo, diante do potencial do jogador. Por 85% dos direitos, o Fluminense tem garantidos 9 milhões de euros, cerca de R$ 50 milhões. Se ele conseguir atingir algumas metas, como número de partidas disputadas, o valor poderá chegar a 13 milhões de euros, cerca de R$ 73 milhões.

Foi decepcionante a confirmação da transação às vésperas de um jogo fundamental como o de ontem.

Com a eliminação, o Fluminense deixa de receber 3 milhões de dólares, cerca de R$ 15 milhões, para chegar à fase de grupos da Libertadores.

Vai disputar, como consolação, a Copa Sul-Americana. Para isso, ganhará 900 mil dólares, cerca de R$ 4,3 milhões. 

Em menos de uma semana, o que era empolgação virou tristeza.

"Estamos desolados", desabafava Abel.

Mas ele foi um dos grandes responsáveis pela eliminação.

Além da diretoria.

Confirmando a péssima venda de Luiz Henrique.

O Fluminense não disputará a fase de grupos da Libertadores.

Não terá sua principal revelação no segundo semestre.

E continuará preso à sua dívida imensa...

Juve perde em casa e está fora da Champions; atual campeão, Chelsea se classifica

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas