Medo da Ferj sem a Globo. Ninguém paga R$ 100 milhões pelo Carioca

Emissora não volta atrás e avisa. Quer anular contrato para a transmissão do Carioca até 2024, que havia assinado. Ferj está desesperada

Flamengo e Madureira? Fluminense e Botafogo? Globo aposta em King Kong

Flamengo e Madureira? Fluminense e Botafogo? Globo aposta em King Kong

Reprodução

São Paulo, Brasil

Ironia?

Provocação?

A  Globo já anunciou oficialmente na sua programação para o Rio de Janeiro.

Enquanto Flamengo e Volta Redonda e Fluminense e Botafogo estiverem entrando no  Maracanã e no Nilton Santos, para a disputa da semifinal da Taça Rio, a emissora que rescindiu contrato do Campeonato Carioca colocará no ar um filme.

King Kong.

E executivos globais garantem que não há volta.

O apelo do presidente da Ferj, Rubens Lopes, para que a emissora reconsidere, garantindo que os clubes não transmitiriam seus jogos, apesar do anúncio da rescisão, foi desmoralizado pelo Vasco.

O clube mostrou o jogo diante do Madureira por seu canal no youtube, VascoTV.

A postura vascaína consolidou a decisão da cúpula da emissora.

O Flamengo vai transmitir a semifinal, contra o Volta Redonda, pela FlaTV, novamente.

E o Fluminense e Botafogo também querem usar seus canais no youtube, desde que tenham a certeza que receberão a última parcela de suas cotas da Globo.

O ranço da emissora do Carioca é enorme.

E se assemelha ao que aconteceu no Paraná.

Quando o Athletico se rebelou e não aceitou cotas que a Globo oferecia.

Depois de três anos de brigas, a emissora decidiu não mais mostrar o Paranaense.

A DAZN, rede de streaming, tem a exclusividade sobre o torneio.

A Globo garante que não quer seguir transmitindo o torneio até 2024, apesar do contrato com a Ferj. Acredita que ele foi desrespeitado. E não quer mais seguir com o Estadual do Rio nos próximos anos.

O que será um grande golpe para a Ferj.

Em termos de visibilidade.

E financeiros.

A Globo oferecia R$ 18 milhões para os quatro grandes em 2020, classificados como Cota 1.

Aos pequenos, pagamentos entre R$ 3 milhões e R$ 1,5 milhão.

Na Cota 2, Bangu, Volta Redonda, Cabofriense e Boavista. Cota 3, Resende e Madureira. E cota 4 TV: Portuguesa e Macaé.

O total batia nos R$ 100 milhões.

Caça-Fantasmas no primeiro domingo depois da rescisão do Carioca. Ironia pura

Caça-Fantasmas no primeiro domingo depois da rescisão do Carioca. Ironia pura

Divulgação

Quantia que nenhum veículo de comunicação no Brasil se aproximaria para mostrar o desinteressante Estadual.

O que significa liberdade para os grandes, com a autonomia para transmitir seus jogos, pode ser venenoso aos pequenos.

Tendo menos exposição e dinheiro.

Daí o despero de Rubens Lopes.

Ele está pagando caro por sua inércia.

Sua falta de atitude na briga entre Flamengo e Globo.

Permitiu que o conflito estourasse.

E ninguém quer recuar.

Não há como.

O Flamengo já vende cotas para patrocinadores.

Quer bater seu recorde  de 2,2 milhões de internautas acompanhando a semifinal. E os 14 milhões de views.

A Globo já retirou seu equipamentos do Maracanã.

O Paranaense só é mostrado no streaming. Tem de pagar para ver

O Paranaense só é mostrado no streaming. Tem de pagar para ver

DAZN

E tem certeza de boa audiência com King Kong.

Antes, do filme com o macaco gigante, outro filme.

Ironia pura.

Uma provocação, que remete ao Carioca.

Ao Flamengo mostrando seus jogos.

Apelando para a MP 948.

A película escolhida foi Caça-Fantasmas...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Juntos? Lucas Lima e Rafaella reatam namoro mais uma vez