Palmeiras

Cosme Rímoli Marcos libera a 12 pela Libertadores e para acabar trauma do Mundial

Marcos libera a 12 pela Libertadores e para acabar trauma do Mundial

Marcos propõe a Weverton. Se clube vencer Libertadores, ele estará liberado para atuar com camisa 12, que não é usada mais por goleiros palmeirenses

  • Cosme Rímoli | Do R7

Marcos promete fazer com que Weverton vista camisa 12. Se time ganhar Libertadores

Marcos promete fazer com que Weverton vista camisa 12. Se time ganhar Libertadores

Palmeiras

São Paulo, Brasil

Marcos é um dos maiores ídolos do Palmeiras.

Inteligente,vivido, carismático e muito mais profissional do que demonstra.

Desde sua aposentadoria, no dia 11 de dezembro de 2012, já foi sondado por conselheiros da situação e da oposição para trabalhar no futebol do clube.

Mas o máximo que aceitou foi ser 'embaixador do Palmeiras', participar de algumas promoções, festividades, promover encontro com torcedores, mostrar o Allianz Parque em excursões.

Mantém ligação com o marketing do clube.

No futebol ele garantiu, com exclusividade ao blog, que nunca trabalhará. Por uma questão de honra. Preservar a respeitabilidade que conseguiu dentro dos gramados.

"Tenho muito medo de voltar a trabalhar no futebol. O clima é muito pesado. Há muita sujeira. E graças a Deus, eu consegui ter uma carreira limpa. Ninguém tem nada para falar de mim. Dei minha vida, empenhei tudo que podia e o que não podia pelo Palmeiras, pela Seleção.

"Sou bem tratado onde vou. E não só por palmeirenses. Corintianos, torcedores todos os clubes me abraçam, beijam a minha careca. É uma coisa impressionante. E que me orgulho. Não quero arriscar tudo isso voltando ao futebol. E me queimar."

E cumpriu sua promessa, nada de virar gerente, executivo de futebol.

Também fugiu da televisão, não quis virar comentarista.

Porque não se sentiria bem falando mal de jogadores. Sabe que não conseguiria 'segurar a boca', por sua sinceridade, sua espontaneidade.

De maneira discreta, ele soube investir bem o que ganhou. Principalmente em imóveis. Participa de uma cervejaria.

Mas, aos 47 anos, se tornou o ídolo mais ativo do Palmeiras nas redes sociais. 

Virou sua diversão predileta. Provoca rivais, cobra e lamenta derrotas. Mas, principalmente incentiva jogadores do Palmeiras.

A sua última decisão, ontem foi fazer uma promessa a Weverton.

"Paredão, traz essa pra nós, a Libertadores. Arrumo um jeito de tirar a 12 da linha e fazer ela voltar pro gol, entrego na sua mão", disse o anárquico Marcos.

Ele sabe muito bem que o Palmeiras resolveu fazer a ele uma das maiores homenagens a um seu ex-jogador.

O clube aposentou a camisa 12 para goleiros.

Só jogador 'da linha' usa esse número.

Atualmente, ela é vestida pelo lateral direito Mayke.

Weverton ficou surpreso.

Weverton assumiu o gol do Palmeiras, sem contestação. E ótimas atuações

Weverton assumiu o gol do Palmeiras, sem contestação. E ótimas atuações

Palmeiras

Mas não aceitou a proposta.

Jurou que fará de tudo pela conquista, mas que Marcos merece continuar a ser homenageado. E a camisa 12 longe dos goleiros palmeirenses.

"Meu ídolo, vamos lutar muito em busca da glória eterna. Seria uma honra vestir a camisa 12. Mas ela merece continuar eternizada por tudo que você fez, honrando e vestindo essa camisa."

A obsessão de Marcos pela conquista tem origem em 1999.

Não na Libertadores.

Mas no Mundial, no jogo contra o Manchester United, quando ele falhou no gol de Roy Keane, no cruzamento de Ryan Giggs, que deu a vitória aos ingleses.

Em 2018, ele deu várias declarações polêmicas ao canal do youtube, Desimpedidos.

"O erro foi meu, falhei, e o palmeiras não tem Mundial por causa de mim mesmo."

"Fiquei mal para caramba na época, mas agora que o Corinthians é campeão mundial ficou pior. Porque antes não zoavam tanto, antigamente só o São Paulo e Santos tinham. A gente, palmeirense, falava: 'Corinthians sem passaporte, nunca ganhou Libertadores, só torneio de verão...'.

"Aí o Corinthians vai lá em 2012, e é campeão da Libertadores e campeão mundial."

"Eu até considero 1951 como mundial, mas eu acho que o Palmeiras só correu atrás disso depois que o Corinthians ganhou. Tinha que ter feito isso em 1990... Como eu vou comemorar um título de 1951 agora? Vai lá no Japão e ganha que é mais justo."

A polêmica entrevista de Marcos. "Palmeiras não tem Mundial por minha causa"

A polêmica entrevista de Marcos. "Palmeiras não tem Mundial por minha causa"

Divulgação

Por isso essa vontade do ídolo ver o Palmeiras ganhando a Libertadores, de novo, e buscando o Mundial.

Diante da repercussão positiva em relação a Weverton, inúmeros conselheiros quer em Marcos mais perto do time.

Marcos é um dos raros jogadores que ganharam estátua no Palmeiras

Marcos é um dos raros jogadores que ganharam estátua no Palmeiras

Palmeiras

Em visitas aos atletas, palestra motivacional ou simplesmente acompanhando a delegação.

O goleiro, campeão mundial, conquistou a única Libertadores palmeirense, em 1999.

E está empolgado com a chance da segunda conquista do clube.

Como há muito tempo não ficava...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

De férias no Brasil, Hulk comemora formatura da esposa Camila

Últimas