Palmeiras

Cosme Rímoli Luiz Adriano reconheceu. "O Palmeiras não teve posse de bola"

Luiz Adriano reconheceu. "O Palmeiras não teve posse de bola"

Ele deixou claro. O time brasileiro viveu à base de 'lançamentos diretos' aos atacantes. Chutões da defesa. Pouco para o campeão da Libertadores

  • Cosme Rímoli | Do R7

São Paulo, Brasil

Os jogadores do Palmeiras estavam tensos após a derrota para o Tigres.

Sabiam o que haviam deixado de conquistar.

A chance rara que tiveram na carreira.

A de disputar um título mundial.

A declaração mais importante foi de Luiz Adriano.

Ele deixou escapar duas frases significativas.

"Faltou ter posse (de bola).

"Jogamos na base do ligamento direto."

A dois meses de completar 34 anos, o atacante sabe muito bem que o Palmeiras respeitou demais os mexicanos.

Jogou com medo de tomar o gol.

Com seus jogadores muito afastados da área adversária.

Ele mesmo foi visto inúmeras vezes ajudando a defesa.

E mais ainda isolado na frente, cercado por três marcadores do Tigres.

O atacante ainda encontrou espaço para lamentar a raríssima chance que teve de empatar.

"Faltou concentração de finalização, eu deveria estar mais concentrado naquela bola", ele se referia a uma escapada de Willian, que cruzou para ele. Mas Luiz Adriano furou e Rodríguez tocou para a linha de fundo.

Não bastasse a derrota, o Palmeiras desperdiçou dinheiro.

O campeão do Mundial recebe 5 milhões de dólares, cerca de R$ 26,8 milhões. O vice fica com quatro milhões, cerca de R$ 21,4 milhões.

O terceiro lugar vale 2,5 milhões de dólares, cerca de R$ 13,4 milhões. E a quarta colocação, 2 milhões de dólares, cerca de R$ 10,7 milhões.

O clube brasileiro perdeu em todos os sentidos hoje...

Últimas