Cosme Rímoli 'Ladrão. Vocês vieram roubar a gente.' Como Edenílson provocou sua expulsão e ajudou o Palmeiras

'Ladrão. Vocês vieram roubar a gente.' Como Edenílson provocou sua expulsão e ajudou o Palmeiras

Árbitro relata as ofensas que ouviu de Edenílson. E que custaram a sua expulsão, ajudando o Palmeiras contra o Internacional. Envergonhado, Edenílson pediu desculpas

  • Cosme Rímoli | Do R7

Edenílson xingou o juiz de ladrão. Prejudicou o Inter em jogo importante. É jogador de seleção

Edenílson xingou o juiz de ladrão. Prejudicou o Inter em jogo importante. É jogador de seleção

Ricardo Duarte/Internacional

São Paulo, Brasil

'Vocês vieram aqui para nos roubar, cambada de ladrão.

'Ladrão do cara...'

Foram essas as frases que causaram a expulsão de Edenílson e foram fundamentais para a vitória do Palmeiras contra o Internacional, ontem no Allianz Parque.

O jogador da Seleção Brasileira, de 31 anos, teve péssima avaliação. Acreditou que o juiz Braulio da Silva Machado, que havia acabado de marcar um pênalti para o Palmeiras, em toque de mão de Cuesta, em cruzamento de Rony, não teria coragem de expulsá-lo.

Porque ninguém saberia as ofensas do meio-campista do Internacional. Afinal, ele havia colocado a mão sobre sua boca e xingou o árbitro.

Errou feio.

O cartão vermelho foi mostrado imediatamente.

Edenílson deixou seu time com um jogador a menos, logo após sofrer o gol. Provocou sua expulsão de maneira infantil.

Ele ainda poderá ser suspenso por até seis partidas. É o que prevê o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, no seu artigo 252. Art. 252. Ofender moralmente o árbitro ou seus auxiliares. Pena: suspensão de duas a seis partidas.

O juiz Braulio da Silva Machado expôs as ofensas na súmula, feita logo após a partida.

Edenílson percebeu a enorme bobagem que cometeu.

E pediu desculpas publicamente aos companheiros de time.

Escreveu no seu instagram.

"Venho humildemente reconhecer o meu erro e pedir desculpas à instituição e aos torcedores pela expulsão de hoje [ontem].

"No calor do momento, não concordei com a decisão do árbitro e acabei reclamando acintosamente. Prontamente após a partida me desculpei com ele e com meus companheiros, os quais mesmo com um a menos batalharam muito para buscar o resultado."

O mistério foi desfeito.

Está explicado por que Edenílson não reclamou de sua expulsão.

Sabia muito bem o que havia falado...

CR7 presenteia esposa com porta-joias de quase R$ 1 milhão

Últimas