Cosme Rímoli Jogos em 2019, às 21h30. Vitória da população. Derrota da Globo

Jogos em 2019, às 21h30. Vitória da população. Derrota da Globo

CBF avisa que só permitirá jogos no próximo ano começando, no máximo, até as 21h30. Uma estocada na Globo. Como queria o banido Del Nero

Globo, Del Nero, jogos às 21h30

Globo queria os jogos às 22 horas. CBF impôs 21h30. Como queria Del Nero

Globo queria os jogos às 22 horas. CBF impôs 21h30. Como queria Del Nero

Reprodução/Globo

São Paulo, Brasil

15 minutos pode não parecer muita coisa.

Mas é um recuo importante.

Em benefício do futebol. 

E que vai contra os interesses da dona do monopólio do futebol neste país.

COSME RÍMOLI: Globo usa a eleição. Para tentar ganhar dinheiro com o futebol

Para a Globo, o melhor dos mundos seria a manutenção dos jogos às 22 horas, por conta de sua grade de programação. Já havia reclamação com as partidas acontecendo às 21h45, como acontecem hoje.

Há anos torcedores, organizadas, dirigentes e até dirigentes da CBF pediam que as partidas fossem mais cedo. Por causa da violência, dos transportes públicos, pelo dia seguinte de trabalho.

COSME RÍMOLI: Sem simulações, chiliques, egoísmo. Neymar mereceu ser aplaudido

Assim que Marco Polo del Nero assumiu o cargo, em 2015, ele prometia que anteciparia o horário dos jogos do meio da semana.

"Lá atrás, o horário das 22 horas era o melhor para o torcedor, a gente tinha estatísticas nesse sentido. Mas hoje isso mudou. Esse horário já não é mais o melhor. Então, se não é o melhor, vamos tentar mudar com a Rede Globo. Temos que discutir esse problema. [Tem que ser] Um horário que o torcedor goste. Das 21h30, por exemplo. Até 21h30 eu acho que já ajuda", disse Del Nero, no dia 20 de maio de 2015.

Mas a Globo seguiu fiel aos seus interesses.

Del Nero e a emissora passaram a brigar publicamente. A decepção no Mundial de 2014 trouxe a cizânia. A volta de Dunga ao comando da Seleção, depois do fracasso de Felipão na Copa, foi vista como uma provocação. As duas partes se afastaram. Mas a emissora carioca seguiu transmitindo os jogos da Seleção. E, a cada derrota, as críticas eram mais pesadas.

Até porque as denúncias não paravam contra Del Nero por conta da justiça norte-americana. Até que a Fifa o suspendeu e depois o baniu. A Globo, por meio de sua 'voz oficial' no futebol, Galvão Bueno, saudou o início de um 'novo tempo'.

O então presidente da CBF jamais teve o apoio da Globo.

Veja mais: Calendário do futebol para 2019 proíbe jogos após 21h30

Só que Del Nero, mesmo banido, segue como a pessoa mais importante no futebol brasileiro. Foi ele quem colocou no seu lugar Rogério Caboclo. E segue muito ligado ao secretário-geral da CBF, Walter Feldman.

Não foi por acaso que hoje, dia 3 de outubro, a entidade divulga o calendário para 2019.

E entre as várias modificações, uma delas foi inserida com habilidade. 

Del Nero deu o poder para Rogério Caboclo. E a CBF segue como o banido dirigente queria

Del Nero deu o poder para Rogério Caboclo. E a CBF segue como o banido dirigente queria

CBF

Mas é uma estocada na Globo.

A entidade só autoriza jogos no país até as 21h30.

Veja mais: Mostra no Museu do Futebol faz homenagem aos grandes clássicos

Não por coincidência o horário proposto por Del Nero em maio de 2015.

A relação entre Globo e CBF já foi ruim na Copa da Rússia. A emissora que transmitiu com exclusividade os jogos do Brasil não teve direito sequer a uma entrevista exclusiva. Nem a filmar a chegada do time nas cidades russas. Ou quando deixava a sede, em Socchi.

Por inúmeras vezes, a Globo teve de usar filmagens da própria CBF, como todas as outras emissoras. De pouco valeu haver enviado quase duas centenas de profissionais para o outro lado do mundo. 

Além dessa mudança, a CBF avisa que 2019 será um ano apertado. Com a Copa América realizada por aqui. Os inúteis Estaduais seguirão com 18 datas. E terão seus campeões em abril. Não haverá competições durante o torneio continental, entre 14 de junho e 7 de julho.

Mas a CBF já avisa que não respeitará datas-Fifa. Os torneios seguirão normalmente. E deixa claro que jogadores convocados não serão liberados.

Veja mais: Os melhores memes da classificação do Grêmio na Libertadores

A Copa do Brasil terá seu campeão em setembro.

A Libertadores e a Sul-Americana, em novembro.

E o Brasileiro, em dezembro.

Ou seja, a grande modificação é uma vitória do futebol.

Jogos neste país começando no máximo até as 21h30.

Não é o ideal.

Jogos às 22 horas. Festa no estádio. Desespero para chegar em casa

Jogos às 22 horas. Festa no estádio. Desespero para chegar em casa

Reprodução/Sportv

Veja mais: Show de imagens! As melhores fotos da 2ª rodada da Liga dos Campeões

O melhor seria às 21 horas.

Mas é um progresso.

Movido a ódio, troco, revanche.

Não importa. 

COSME RÍMOLI: A voracidade do Palmeiras. Quer a Libertadores e o Brasileiro

A realidade é que uma emissora não seguirá atrapalhando a vida de quem ama o futebol neste país.

Sua publicidade não pode ser mais importante que o povo brasileiro.

Não é mais...

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Após erros na 27ª rodada, CBF rebaixa três árbitros do Brasileirão

    Access log