Cosme Rímoli Flamengo faturará R$ 750 milhões. E pechincha indenização aos mortos

Flamengo faturará R$ 750 milhões. E pechincha indenização aos mortos

Após rejeição de sua baixa proposta hoje, clube fará nova reunião na quinta-feira. Promete aumentar o dinheiro oferecido. Situação constrangedora

  • Cosme Rímoli | Do R7

O Flamengo faz o pior papel possível. Pechincha indenização dos garotos mortos

O Flamengo faz o pior papel possível. Pechincha indenização dos garotos mortos

Flamengo

São Paulo, Brasil

O último ato da direção do Flamengo, comandanda por Eduardo Bandeira de Mello, aconteceu em dezembro de 2018. 

E era a previsão total das receitas de 2019.

Nada menos do que R$ 750 milhões.

Valores contavam com cerca de R$ 150 milhões da venda de Lucas Paquetá com o Milan, já que a maior parte do dinheiro será paga este ano.

Além disso, R$ 108 milhões só de patrocínios, royalties e publicidade.

As transmissões pela tevê devem render perto de R$ 200 milhões.

A venda de atletas deve gerar R$ 70 milhões.

O orçamento previa mais de R$ 200 milhões apenas para investimento no futebol. 

Metade, R$ 100 milhões, só para a compra de jogadores.

Ou seja, Bandeira de Mello deixou claro que centenas de milhões ficariam à disposição do seu sucessor.

Repetindo, previsão total das receitas, R$ 750 milhões.

O que significariam R$ 20 milhões?

E mais dez pensões de R$ 10 mil a cada família dos dez meninos que perderam a vida no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Dez garotos entre 14 e 17 anos. Entregues em confiança ao clube mais popular do Brasil. Mas que os colocou em dormitórios improvisados em contêineres. Com uma só saída. Que não resistiu a um provável curto circuito em um dos aparelhos de ar-condicionado.

Os meninos foram mortos em um incêndio terrível.

COSME RÍMOLI: Flamengo desafia MP. Apesar de interdição, não fecha o CT

Perderam a vida asfixiados ou carbonizados.

O CT Ninho do Urubu, que estava sem alvará do Corpo de Bombeiros, serviu como armadilha mortal aos garotos.

Já prevendo que o Flamengo ofereceria uma quantia irrisória às famílias, o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro tomou frente às negociações.

Os promotores chegaram a um número em consenso com os familiares dos meninos mortos.

Indenização de R$ 2 milhões e mais uma pensão de R$ 10 mil mensais até que cada um deles completasse 45 anos.

Como a idade média dos garotos fica em cerca de 15 anos, seriam mais 360 meses, correspondentes a 30 anos.

Mais R$ 3,6 milhões a cada um.

R$ 36 milhões em 30 anos. 

O clube pagaria R$ 1,2 milhão por ano às dez famílias dos mortos.

Mas os dirigentes do Flamengo disseram 'não'.

Veja mais: CR7 deseja boa recuperação aos sobreviventes do incêndio no Fla

Os promotores do Ministério Público revelaram o que o clube não quis assumir para a imprensa.

Foram entre R$ 300 mil e R$ 400 mil, dependendo do maior ou menor número de familiares, por cada menino morto.

E mais um salário mínimo, R$ 998,00, por dez anos e ponto final.

Mesmo sendo de domínio público que a esmagadora maioria dos atletas recebia R$ 10 mil mensais, jovens promessas do futebol brasileiro.

Dirigentes flamenguistas alegaram que a proposta era maior do que os donos da boate Kiss ofereceram aos mortos no terrível incêndio em Santa Maria, Rio Grande do Sul.

Sim, compararam os meninos que o Flamengo deveria abrigar no seu Centro de Treinamento aos estudantes, muitos deles maiores, que foram se divertir e perderam a vida na boate.

Lamentável.

A reação negativa aos dirigentes do clube que deverá faturar R$ 750 milhões em 2019 dominou as redes sociais do Brasil.

O Ministério Público do Trabalho é bem claro.

Se não houver acordo, haverá uma batalha jurídica.

COSME RÍMOLI: R$ 2,3 milhões por cada menino morto? Fla discute indenização

O que será terrível para a imagem do Flamengo.

O novo presidente Rodolfo Landim precisa preservar o clube.

A hora é de assumir responsabilidade.

Ninguém gosta de gastos.

 Landim recebeu a informação de Bandeira. Faturamento de R$ 750 milhões em 2019

Landim recebeu a informação de Bandeira. Faturamento de R$ 750 milhões em 2019

Flamengo

Mas dez famílias perderam seus filhos no Ninho do Urubu.

Não há ninguém para culpar pelas mortes.

A não ser a insegurança, o improviso, o descaso do Flamengo.

O clube não evitou a tragédia.

E agora está pechinchando as indenizações.

Veja mais: CT do Athletico Paranaense está sem Alvará de Funcionamento desde 2014

Algo triste.

Não condiz com a história do Clube de Regatas do Flamengo.

E muito menos com quem faturará R$ 750 milhões em 2019...

(Mas a situação poderá ficar ainda mais constrangedora. Na quinta-feira haverá nova reunião. O Flamengo promete aumentar um pouco sua proposta. Quanto vale a vida de um garoto morto em um dormitório improvisado em contêineres?)

Veja quem são as vítimas da tragédia no CT do Flamengo

Últimas