Cosme Rímoli Fla pressiona. E prefeitura do Rio deve liberar público no Maracanã

Fla pressiona. E prefeitura do Rio deve liberar público no Maracanã

Clube mandou relatórios da partida em Brasília, com público, para a prefeitura do Rio. Tem certeza que haverá a liberação de 23 mil torcedores no dia 18 de agosto contra o Olimpia. Ou jogará de novo na capital do país

  • Cosme Rímoli | Do R7

Direção do Flamengo tem certeza. Prefeitura do Rio vai liberar público para o jogo contra o Olimpia

Direção do Flamengo tem certeza. Prefeitura do Rio vai liberar público para o jogo contra o Olimpia

Alexandre Vidal/Flamengo

São Paulo, Brasil

A Conmebol divulgou a tabela das quartas-de-final da Libertadores.

E os jogos do Flamengo contra o Olimpia estão definidos. O primeiro será em Assunção, no dia 11 de agosto. 

O segundo, e decisivo para a semifinal, no dia 18 de agosto, é que desperta atenção. Só será no Maracanã se a prefeitura do Rio de Janeiro aceitar a reinvidicação da diretoria flamenguista.

A liberação de 30% do estádio para público. Ou seja, 23 mil pessoas nas arquibancadas. Ou o jogo poderá acontecer, de novo, em Brasília.

A direção flamenguista apresentou relatórios, até médicos, mostrando que não houve problema algum na partida que fez contra o Defensa y Justicia. No Mané Garrincha foram liberados 25% dos lugares do estádio.

O grande problema, no entanto, foi o pouco número de torcedores. O clube esperava que fossem ao jogo os 18 mil torcedores que o governo de Brasília liberou. Foram 5.518 pessoas.

E arrecadou apenas R$ 984.440,00.

Os motivos foram dois. O primeiro: o medo da pandemia. O segundo, o preço dos ingressos. Muito caros: R$ 140,00 a R$ 500,00.

Os dirigentes dizem que não houve tempo de divulgação da liberação do público em Brasília.

Agora, querem fazer diferente.

E com o jogo no Rio de Janeiro.

O prefeito Eduardo Paes está propenso a liberar. A taxa de ocupação das UTIs por conta da Covid-19 está com 80% dos pacientes. E está diminuindo, por conta da vacinação em massa.

Os jogos com público na Libertadores têm a liberação da Conmebol.

O Flamengo lidera o movimento entre os clubes brasileiros para que a CBF libere público nos jogos do Brasileiro e da Copa do Brasil.

Não é por saudade do público.

É por dinheiro, mesmo.

O clube precisa do dinheiro das arrecadações.

A direção do Flamengo ficou decepcionada com o público. Apenas 5.518 torcedores em Brasília

A direção do Flamengo ficou decepcionada com o público. Apenas 5.518 torcedores em Brasília

Alexandre Vidal/Flamengo

Com a pandemia impedindo a torcida de ir aos estádios, foram cerca de R$ 110 milhões a menos nos cofres do clube. Foram exatos 497 dias sem público nos seus jogos.

A direção flamenguista está otimista.

Aposta que já contra o Olimpia, o Maracanã terá 23 mil torcedores.

Há a certeza que o prefeito Eduardo Paes vai ceder.

Basta exigir que os 23 mil levem o certificado de vacinação.

Ou o teste provando não estarem infectados...

Dia 2: Brasil tem vitória no vôlei, frustrações e jogaço no futebol

Últimas