Cosme Rímoli Entrada desleal não só tirou a Copa do Mundo de Guilherme Arana como acabou com negociação para o futebol inglês

Entrada desleal não só tirou a Copa do Mundo de Guilherme Arana como acabou com negociação para o futebol inglês

Com menisco, ligamento e cartilagem do joelho esquerdo arrebentados, graças à entrada violenta de Carlos Eduardo, o jogador não irá ao Mundial. E teve suspensa a negociação com o West Ham. Ficará parado de seis a oito meses

  • Cosme Rímoli | Do R7

Chorando, Arana sabia que a contusão era gravíssima. Morria o sonho da Copa do Mundo

Chorando, Arana sabia que a contusão era gravíssima. Morria o sonho da Copa do Mundo

GILSON JUNIO/W9 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 07/09/2022

São Paulo, Brasil

"É com bastante dor no coração que escrevo essa mensagem! Momento muito complicado. Ano de Copa do Mundo. Representar o meu país nessa competição é um sonho que tenho desde quando eu era uma criança. E esse sonho estava cada vez mais perto de ser realizado. São coisas do futebol, uma triste fatalidade."

"Agora, como sempre, irei me apoiar em Deus, na minha esposa, no meu filho, nos meus pais e no meu irmão. Vamos superar esse momento e sairemos dessa, ainda mais fortes e unidos. Agradeço a todos e peço para que Deus abençoe cada pessoa que me enviou mensagens de apoio e carinho."

"Vocês são super importantes e me enchem de motivação para seguir em frente com a cabeça erguida. Bora pra cima. #13."

Foi dessa maneira sincera, mas procurando transmitir otimismo, que Guilherme Arana assumiu a terrível contusão que sofreu.

Lesão multiligamentar, comprometendo os ligamentos cruzado posterior e colateral medial, além de uma ruptura no menisco medial e na cartilagem.

O jogador será submetido a uma cirurgia bastante invasiva que, no mínimo, vai tirá-lo dos gramados durante seis a oito meses.

Arana iria para a Copa do Mundo. Brigaria pela posição de titular com Alex Sandro, da Juventus. Sem ele, Tite deverá escolher Alex Telles como seu substituto. Não viajará ao Catar graças a uma violentíssima e desnecessária entrada de Carlos Eduardo, atacante do RB Bragantino.

Eram 47 minutos do segundo tempo, no Mineirão. O lateral protegia a bola de lado. E Carlos Eduardo, que vinha correndo, até aumentou a velocidade do seu corpo. Deu um carrinho de lado e, com a força da sua canela direita, estraçalhou os ligamentos cruzado e colateral, o menisco e a cartilagem.

O atacante não só acabou com o sonho de Guilherme Arana, no auge de sua carreira, aos 25 anos, de ir à Copa do Mundo.

Também sabotou uma negociação que o Atlético Mineiro já articulava para depois do Mundial. Guilherme Arana negociava a ida para o West Ham, clube inglês, a partir de janeiro de 2023.

Lógico que, com a gravidade da contusão, tudo foi cancelado, já que não havia sido fechada a transação.

O atacante Carlos Eduardo também tem 25 anos. Fracassou no Palmeiras, no Athletico Paranaense e também não ficará no Red Bull.

Entrada violentíssima, e desnecessária, de Carlos Eduardo em Arana

Entrada violentíssima, e desnecessária, de Carlos Eduardo em Arana

Reprodução/Twitter

Ele teve suas redes sociais atacadas por torcedores indignados do Atlético Mineiro.

E, até agora, dois dias depois de acabar com o sonho de Guilherme Arana, ele não se dignou a pedir desculpas públicas.

Era o mínimo que deveria fazer.

Foi um "acidente de trabalho", com certeza. Ele não iria tentar prejudicar tanto a carreira de um colega.

Mas cabe a ele se explicar.

Assumir o erro.

Mas não o fez.

Toda a situação é lastimável.

Com profundo prejuízo ao Atlético Mineiro, à seleção.

E a Arana, que sonhava em disputar uma Copa desde menino.

A imprudência de Carlos Eduardo enterrou esse sonho...

Dicionário do Luxa: treinador 'traduz' termos do futebol em evento da CBF e viraliza

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas