Cosme Rímoli Diretoria do Flamengo eufórica. Pronta para festejar Pedro e Gabigol

Diretoria do Flamengo eufórica. Pronta para festejar Pedro e Gabigol

Pedro nem pôde treinar hoje na Fiorentina. Para não se machucar. E acertar com o Flamengo. Assim como a Inter, que está cedendo Gabigol em definitivo

Pedro e Gabigol, Flamengo Gabigol Pedro, Flamengo dois artilheiros na Gávea, Flamengo hegemonia, Flamengo 2020

Pedro não quis negociar com o Grêmio. Está determinado a jogar no Flamengo

Pedro não quis negociar com o Grêmio. Está determinado a jogar no Flamengo

Reprodução/Twitter

São Paulo, Brasil

Pedro nem participou hoje do treino da Fiorentina.

Não ficará nem no banco contra a Atalanta, pela Copa da Itália.

A notícia é que houve o acerto verbal.

E amanhã, seu empresário, Márcio Giuni, se reunirá com a diretoria do clube de Florença e acertará sua vinda para o Flamengo.

Há proposta por empréstimo de um ano.

Com passe fixado em 10 milhões de euros, cerca de R$ 45 milhões.

Os italianos, a princípio, queriam a venda imediata.

Mas o fato do jogador só ter atuado em cinco partidas desde que foi contratado, em setembro de 2019, pesa.

E o clube carioca quer testar Pedro antes de comprá-lo.

Ele custou 11 milhões de euros para a Fiorentina, cerca de R$ 50 milhões.

O arrependimento é enorme.

O jogador não se adaptou ao esquema de Giuseppe Iachini, que deseja um atacante mais rápido, com muito maior mobilidade que Pedro.

Representantes do Grêmio tinham sondado o jogador até antes do Flamengo. Mas o atacante quer voltar para o Rio e atuar no Rubro-Negro. O que facilitou em muito as negociações.

Pedro quer trabalhar com Jorge Jesus, que aprimorou e valorizou Gabigol.

O clube gaúcho já perdeu as esperanças e busca outros nomes.

A mais do que provável vinda de Pedro não inviabilizou a permanência de Gabigol.

O atacante esperou duas semanas com a janela de transferência europeia aberta. E nenhum clube grande europeu procurou a Inter de Milão para comprá-lo. Como o blog deixou claro, o futebol brasileiro e sul-americano de clubes não são respeitados.

Os fracassos de Gabigol na Inter e no Benfica pesam muito.

Além do seu fraco futebol no Mundial de Clubes.

A diretoria do Flamengo sabe.

Está sozinha na briga pelo atacante.

Ofereceu 16 milhões de euros por 80% dos direitos do jogador, cerca de R$ 73 milhões.

A Inter pagou 25 milhões de euros, R$ 114 milhões, por 100% do atacante junto ao Santos, em 2016.

Gabigol se convenceu. Não há gigante europeu interessado no seu futebol

Gabigol se convenceu. Não há gigante europeu interessado no seu futebol

Reprodução/Twitter

O jogador foi 'vendido' para o público italiano como novo Ronaldo Fenômeno. Gabigol garante que este exagero o sabotou.

O Flamengo acabou sendo a melhor perspectiva para 2020. Com direito a brigar, efetivamente, por uma vaga na seleção de Tite ficando no Brasil.

O clube carioca acena com contrato de cinco anos para o artilheiro de 23 anos. Com salários de cerca de R$ 1,3 milhão.

A empolgação na Gávea não é pouca.

E indisfarçável.

O ambiente é de euforia.

Os dirigentes acreditam que vão anunciar os dois artilheiros.

Nas próximas horas.

Por trás da euforia pelo reforço, há a visão mais pragmática.

Mesmo se Pedro confirmar a expectativa e ser um 'reserva de luxo', a princípio, o melhor para o clube carioca será que o rival, Grêmio, não terá o atleta.

A briga pela hegemonia não permite gestos de amizade.

É para valer...

Mercado da Bola 2020: veja quem saiu e quem chegou no seu time