Cosme Rímoli Diniz histérico. Vitória contra o Libertad vale dinheiro para reforços

Diniz histérico. Vitória contra o Libertad vale dinheiro para reforços

O Santos venceu o Libertad, em jogo dramático, na Vila Belmiro. 2 a 1. Diniz comemorou ensandecido de felicidade. Está sonhando com os R$ 10,4 milhões pela classificação. Dinheiro para o endividado Santos contratar

  • Cosme Rímoli | Do R7

A euforia de Fernando Diniz. Só ele sabe o quanto precisa reforçar o Santos

A euforia de Fernando Diniz. Só ele sabe o quanto precisa reforçar o Santos

Conmebol

São Paulo, Brasil

A felicidade de Fernando Diniz se explica.

Com dívida que ultrapassa os R$ 600 milhões, o Santos precisa, desesperadamente, passar pelo Libertad e se classificar para as semifinais da Copa Sul-Americana.

Não, a competição, com a qualidade de 'uma Libertadores da Segunda Divisão', jamais foi prioridade pela credibilidade, importância.

Na verdade, o treinador sabe que o clube precisa do dinheiro da premiação. Depois de ser proibido de contratar, por conta de calote, comprar atletas e não pagar, o Santos conseguiu quitou essas dívidas e pode buscar reforços.

E Fernando Diniz tem a promessa que a diretoria repassará grande parte dos 2 milhões de dólares, cerca de R$ 10,4 milhões, caso o time chegue à semifinal da Copa Sul-Americana.

"É um Santos que pensa na vitória o tempo inteiro. Hoje tivemos um time muito corajoso e inteligente. Não desistimos de jogar, de buscar. Tivemos a pressão do time todo deles no nosso campo, mas fizemos o que a gente treina para fazer. Se recua e simplesmente chuta a bola para frente, dificilmente conseguiríamos o resultado", comemorava.

O Santos deve mais de R$ 600 milhões. Fernando Diniz não cansa de implorar reforços para o presidente Andres Rueda.

Esperto, o dirigente passou a responsabilidade para Diniz. Se o Santos ficar entre os quatro da Sul-Americana, terá pelo menos três jogadores. Um atacante, um zagueiro e um meio-campista.

Daí a tensão do treinador.

A partida de ontem foi dramática, na Vila Belmiro.

O Santos venceu por 2 a 1. Mas dependeu do VAR para confirmar pênalti de Diego Viera, que tocou com a mão na bola. Sanchez bateu e marcou, aos 42 do primeiro tempo.

No segundo, mais emoção.

Kaiky foi expulso, aos 12 minutos, por puxar Melgarejo, em um contragolpe perigoso do Libertad. O Santos ficou com um jogador a menos.

Bocanegra cobrou a falta e empatou, aos 13 minutos.

A Vila Belmiro foi pura tensão. 

Até os 47 minutos, Lucas Braga arrancou pela esquerda e cruzou. Marcos Guilherme se antecipou a zaga, mas furou. O movimento atrapalhou Barboza que, de carrinho, marcou contra.

Santos 2 a 1.

E foto de Fernando Diniz histérico de alegria.

A revanche será semana que vem no Paraguai.

Valendo dinheiro.

Reforços para o desesperado Diniz...

Lukaku deixa Neymar para trás e se torna jogador mais caro da história

Últimas