Cosme Rímoli Depois de Renato Gaúcho, Aguirre também diz 'não' ao Corinthians

Depois de Renato Gaúcho, Aguirre também diz 'não' ao Corinthians

Técnico uruguaio recusou hoje a proposta para assumir o clube. Elenco fraco, falta de perspectivas de contratações e salário 'baixo'. Motivos do 'não'

  • Cosme Rímoli | Do R7

Aguirre disse não ao Corinthians. Elenco fraco. E proposta financeira 'baixa'

Aguirre disse não ao Corinthians. Elenco fraco. E proposta financeira 'baixa'

Rubens Chiri/São Paulo

São Paulo, Brasil

Depois de Renato Gaúcho, o Corinthians acaba de ouvir 'não' de outro treinador.

Diego Aguirre.

Leia mais: Acabou o sonho. Renato Gaúcho não quis os problemas do Corinthians

O treinador pensou bem, se informou sobre as enormes dificuldades financeiras, no elenco limitado, na sinceridade da diretoria, que não garantiu a contratação de grandes reforços, e não aceitou comandar o futebol do clube.

O ponto final foi a proposta financeira.

Para correr o risco até de rebaixamento com um time tão fraco, ele exigiu cerca de R$ 600 mil mensais. O Corinthians pretendia pagar a metade para o uruguaio.

A resposta foi dada nesta manhã.

Aguirre tem ligação umbilical com o ex-jogador e ex-dirigente do São Paulo e comentarista da ESPN/Brasil, Diego Lugano. Os dois conversam muito sobre futebol. O técnico tem um perfeito panorama dos clubes brasileiros, inclusive o Corinthians.

Ou seja, ele sabe muito bem o quanto deveria ser difícil o trabalho.

Com a recusa, a diretoria pensa em treinadores mais acessíveis. 

Dorival Júnior, Fabio Carille, Antônio Carlos Zago.

A verdade é que os dirigentes não esperavam a recusa de Aguirre.

O uruguaio está em férias em Barcelona.

Tudo foi tratado por telefone.

E videoconferência...

Fred entra para elenco seleto de artilheiros. Veja lista completa

Últimas