Cosme Rímoli Corinthians e Fla. Com clubes, Ambev se livra da Globo. E economiza

Corinthians e Fla. Com clubes, Ambev se livra da Globo. E economiza

A cervejaria parou de gastar R$ 300 milhões com a emissora carioca, que perdeu a Libertadores, jogos da Seleção nas Eliminatórias, divide o Brasileiro...

  • Cosme Rímoli | Do R7

A Ambev já patrocinou, por cinco anos, o Corinthians.  Parceria voltou

A Ambev já patrocinou, por cinco anos, o Corinthians. Parceria voltou

Reprodução

São Paulo, Brasil

A Ambev não virou as costas para a Globo à toa.

Depois de 20 anos como patrocinadora do futebol da emissora carioca, a empresa que domina 60% do mercado de cerveja do país, resolveu acabar a longa parceria.

O custo nos último anos era de R$ 300 milhões. 

Com a queda constante do futebol na tevê aberta, segue no ritmo de 22% nos últimos dez anos, o questionamento sobre tão altas cotas cobradas pela Globo segue cada vez maior.

A cúpula da Ambev tomou uma decisão radical.

Não mais usar a emissora como intermediária do seu público alvo no futebol. 

Os torcedores.

E gastando muito menos decidiu investir diretamente nos clubes.

Acaba de fechar contrato com os mais populares do Brasil.

Flamengo e Corinthians.

Nos dois, a personificação dos produtos.

Campanhas com sócios-torcedores.

Envolvendo não só a bebida alcoólica, como também produtos como copos, baldes, calderetas.

Os acordos têm diferença.

Até porque o Corinthians tem seu estádio.

E o Flamengo, não.

A Ambev terá, a partir de 2021, o direito de distribuir cerveja, refrigerante, chá, água, com exclusividade na Neo Química Arena. Além do Parque São Jorge.

Mas os torcedores dos dois clubes poderão aproveitar promoções exclusivas da fabricante de bebidas, comprando no site.

O movimento acontece exatamente quando o investimento diminui, por conta da pandemia. A Estela Galícia, fabricante de cerveja, implorou e deixou o Corinthians, um ano e dois meses antes do final de seu contrato. Por problemas financeiros.

O que abriu o caminho para a volta da Ambev, com quem o clube já teve parceria, entre 2011 e 2016. Esse retorno foi noticiado primeiro pelo site Meu Timão, e confirmado pelo blog.

Já é um trabalho do novo responsável pelo marketing corintiano, José Colagrossi Neto.

A Ambev também fez acordo com o Fluminense e Botafogo.

O planejamento é buscar os grandes clubes do país.

Dois fatores pesaram.

A queda da audiência no futebol segue 22% nos últimos dez anos.

O desinteresse pela Seleção Brasileira.

A perda de potencial da Globo em relação aos grandes eventos.

SBT 'tomou' a Libertadores da Globo. Desestímulo para a Ambev seguir na emissora

SBT 'tomou' a Libertadores da Globo. Desestímulo para a Ambev seguir na emissora

Divulgação/SBT

Já não tem mais a Libertadores. Nem a Sul-Americana. Nem o Estadual do Rio. Reparte o Brasileiro com a Turner. Não teve dinheiro para comprar os jogos da Seleção Brasileira nas Eliminatórias, fora do país. Com a exceção da partida contra a Argentina.

Ou seja, não valeria mais pagar os R$ 300 milhões.

O planejamento é pagar muito menos.

O contrato com o Corinthians, por exemplo, deverá ser fechado em 1 milhão de euros, cerca de R$ 6,2 milhões, em 2021. 

A cervejaria seguirá com suas propagandas em várias emissoras, sem abandonar a ligação histórica com o futebol.

O guaraná Antárctica, da cervejaria, segue sendo patrocinador oficial da CBF.

Ou seja, a Ambev seguirá muito presente no futebol.

Sem gastar R$ 300 milhões por ano com a Globo...

Últimas