Cosme Rímoli Conselheiros e organizadas do Corinthians pressionam. Querem rescisão de Bambu, acusado de estupro de vulnerável

Conselheiros e organizadas do Corinthians pressionam. Querem rescisão de Bambu, acusado de estupro de vulnerável

O jogador de 24 anos tem acusação formal na Delegacia da Mulher. De ter violado uma garota dormindo. O zagueiro nega. A pressão sobre a direção do Corinthians para a rescisão é enorme

  • Cosme Rímoli | Do R7

Conselheiros do Corinthians e torcidas organizadas já pressionam pela rescisão de Robson Bambu

Conselheiros do Corinthians e torcidas organizadas já pressionam pela rescisão de Robson Bambu

Rodrigo Coca/Corinthians

São Paulo, Brasil

Muito difícil a situação de Robson Bambu no Corinthians.

A sua permanência no clube é improvável.

O zagueiro de 24 anos, que chegou há um mês, emprestado do Nice, da França, é acusado de 'estupro de vulnerável'. 

A denúncia formal foi feita na 4ª Delegacia da Defesa da Mulher. 

O crime teria acontecido na manhã de 3 de fevereiro, após balada, em uma casa noturna, no Tatuapé. Robson e um amigo teriam levado duas garotas, com quem passaram tiveram relações sexuais na madrugada de quinta-feira passada. 

Na acusação, a mulher que teve relações com o amigo de Robson diz que, foi acordada com o 'jogador do Corinthians nu sobre ela. E ele entroduzia o dedo na sua vagina', relatou na delegacia.

Por ela garantir estar dormindo, a acusão se caracteriza como 'estupro de vulnerável', ou seja, não havia como a garota se defender.

O vazamento da notícia, ontem à noite, já tomou grandes proporções no Parque São Jorge. 

O clube é muito rígido em relação a situações envolvendo ataques sexuais a mulheres.

A direção desistiu de contratar Cuca, treinador campeão brasileiro e da Copa do Brasil, de 2021, pelo Atlético Mineiro, diante da condenação por estupro coletivo, em 1987.

São inúmeras as campanhas do Corinthians contra assédio sexual.

O presidente Duilio Monteiro Alves já conversou com o diretor de futebol, Roberto de Andrade.

O jogador disse aos dois ser inocente.

Ele alega que seus advogados não querem que ele fale com a imprensa sobre o caso. Sua assessoria divulgou uma nota.

"É fantasiosa e sem sentido a história contada à Polícia envolvendo o jogador Robson Alves de Barros. O atleta não compreende as razões que motivaram a denunciante, mas já acionou seus advogados e está absolutamente seguro de que as investigações mostrarão que é inocente."

Robson Bambu foi contratado por R$ 48 milhões, pelo Nice. Não deu certo no futebol francês

Robson Bambu foi contratado por R$ 48 milhões, pelo Nice. Não deu certo no futebol francês

Nice

O Corinthians também se manifestou.

"O Sport Club Corinthians Paulista tomou conhecimento do boletim de ocorrência feito contra o atleta Robson Bambu. O Clube não comentará o tema até que todos os fatos sejam esclarecidos mediante apuração. O Corinthians reitera que não compactua com nenhum tipo de violência."

A situação de Robson Bambu é muito complicada.

O jogador surgiu muito bem nas categorias de base do Santos. Jogou até na Seleção Brasileira sub-20, em 2017. Foi convocado para disputar o Pré-Olímpico, em 2019. Atuou pelo Athletico Paranaense. Campeão da Copa do Brasil, da Copa Suruga e do Paranaense, foi vendido para o Nice, em 2019. Por oito milhões de euros, cerca de R$ 48 milhões.

Não conseguiu se firmar.

E foi contratado por empréstimo pelo Corinthians, até o final deste ano. De graça, com o clube paulista pagando apenas os salários do atleta.

O clube paulista se antecipou ao Flamengo, que também tinha interesse no zagueiro.

Ele chegou no Parque São Jorge há menos de um mês. Foi anunciado no dia 20 de janeiro.

Duilio Monteiro Alves confessou ter demitido Sylvinho por pressão da torcida e da imprensa.

Conselheiros e torcida organizadas já cobram a rescisão de Bambu.

A acusação, gravíssima, complica o clima no futebol, que já é tenso, sem treinador.

O processo de comprovação, ou não, de inocência do atleta pode levar meses.

Se não houver provas contundentes que Robson Bambu que nada fez, e o processo seja encerrado logo, as chances dele seguir no Corinthians são remotas.

Duilio Monteiro Alves tem de ser coerente.

Ele não cansa de repetir que é contra qualquer violência contra a mulher.

Tanto que Cuca não está no Parque São Jorge por conta dessa postura...

De Coringa a Homem de Ferro: capacetes do skeleton roubam a cena nos Jogos de Inverno

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas