Cosme Rímoli Andrés xinga presidente do Benfica por causa de Pedrinho: 'Malandro'

Andrés xinga presidente do Benfica por causa de Pedrinho: 'Malandro'

Benfica ameaçou pagar o meia só em 2021. Pelo Corinthians não ficar com Yony Gonzáles. Andrés teve de aceitar o 'desconto' de 2 milhões de euros

  • Cosme Rímoli | Do R7

Benfica se impôs. Ou 2 milhões de euros a menos ou não compraria Pedrinho

Benfica se impôs. Ou 2 milhões de euros a menos ou não compraria Pedrinho

Benfica

São Paulo, Brasil

"O presidente do Benfica é um malandro."

A singela frase foi dita por Andrés Sanchez ao SIC Notícias, de Portugal.

O motivo da ira do presidente corintiano foi a mudança de contrato feita pelo Benfica em relação a Pedrinho.

Como o blog divulgou desde o início do ano.

A negociação com o meia-atacante com o clube português sempre esteve atrelada à de Yony González. 

A diretoria corintiana insistia que não.

Mas o colombiano desembarcou no Parque São Jorge sem o treinador Tiago Nunes o aprovar. Ninguém o queria.

Ele fez apenas quatro partidas pelo clube e foi devolvido.

Tinha o passe fixado em três milhões de euros, cerca de R$ 19 milhões.

Só que o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, havia garantido à sua diretoria. Que o clube só pagaria 20 milhões de euros, cerca de R$ 130 milhões, se o Corinthians ficasse com Yony, pagando os 3 milhões de euros.

A diretoria corintiana negava essa situação, divulgada pelo blog.

Só que hoje teve de revelar.

Quatro meses depois de anunciada a venda de Pedrinho, o Benfica ainda não havia pago a primeira das cinco parcelas de 4 milhões de euros, cerca de R$ 26 milhões.

O motivo: a devolução de Yony Gonzáles.

Yony González foi imposto pelo Benfica. Valor seria descontado da compra de Pedrinho. Foi

Yony González foi imposto pelo Benfica. Valor seria descontado da compra de Pedrinho. Foi

Corinthians

O clube português, inclusive, avisava que pretendia pagar apenas em julho de 2021, alegando problemas financeiros pela pandemia.

Ou até poderia cancelar a compra.

Andrés Sanchez percebeu o que acontecia.

E quanto o Corinthians seria prejudicado, principalmente sua administração.

Ele queria a liberação total do dinheiro, dando os documentos de transação como garantia, a um banco em Luxemburgo.

O Corinthians se viu encurralado.

Afinal, está devendo, de novo, três meses de salário.

E aceitou um desconto de 2 milhões de euros, cerca de R$ 13 milhões, pela venda de Pedrinho. O valor que será pago a menos será pelo Corinthians não ficar com Yony González.

Ou seja, o meia atacante, que Andrés Sanchez dizia valer 30 milhões de euros, R$ 196 milhões, foi vendido por 17 milhões de euros, R$ 111 milhões.

Por isso, o rancor de Andrés.

Ele teve de ceder ao 'malandro' Luís Filipe Vieira.

A venda de Pedrinho sempre esteve atrelada a Yony González, como o blog sempre repetiu.

Jorge Jesus já treina no Benfica. Será difícil para Pedrinho ganhar lugar no time

Jorge Jesus já treina no Benfica. Será difícil para Pedrinho ganhar lugar no time

Benfica

O colombiano, aliás, acertou hoje com o Los Angeles Galaxy.

A Andrés só restou ofender o presidente do Benfica.

E ver 2 milhões de euros deixar de chegar ao Corinthians

Quanto a Pedrinho, terá de convencer Jorge Jesus.

O treinador tem muitas dúvidas sobre o jogador.

Quando era treinador do Flamengo foi claro.

Não recomendaria a sua contratação...

Sol, praia e passeio de barco... Veja férias dos boleiros no verão europeu

Últimas