Cosme Rímoli Alienação e amor ao Barcelona. A estratégia da defesa de Neymar. No banco dos réus, ele confirma. 'Assino o que meu pai manda'

Alienação e amor ao Barcelona. A estratégia da defesa de Neymar. No banco dos réus, ele confirma. 'Assino o que meu pai manda'

O depoimento foi explícito. De propósito. Mostrou sua alienação em relação à parte financeira de sua carreira. Ou seja, não sabe se o grupo DIS recebeu menos dinheiro do que deveria. E disse que foi ao Barcelona 'por amor'

  • Cosme Rímoli | Do R7

Neymar e seu pai no banco dos réus no tribunal de Barcelona. 'Eu assino o que ele manda', disse o jogador

Neymar e seu pai no banco dos réus no tribunal de Barcelona. 'Eu assino o que ele manda', disse o jogador

Josep LAGO/AFP - 17.10.2022

São Paulo, Brasil

Misturar amor e alienação.

Essa foi a estratégia da defesa de Neymar, no seu primeiro depoimento ao Tribunal de Justiça em Barcelona, envolvendo a grave acusação de corrupção e fraude.

O grupo DIS quer provar que foi enganado na ida do jogador para o Barcelona. O grupo tinha 40% dos direitos do atacante quando a transação foi fechada. O Santos anunciou que recebeu só 17 milhões de euros, atuais R$ 88 milhões. Pela DIS a quantia foi, na verdade, de R$ 425 milhões.

O presidente do Real Madrid, Florentino Perez, confirmou hoje que havia oferecido 40 milhões de euros ao Santos, atuais R$ 207 milhões. Ou seja, mais que o dobro do que o clube divulgou ter aceitado do Barcelona.

Em 2017, Messi e seu pai foram acusados de ter fraudado o fisco espanhol em 4,1 milhões de euros, atuais R$ 20 milhões. A pena pedida pelo Ministério Público era de 21 meses de prisão. Virou multa de 252 mil euros, atual R$ 1,3 milhão.

Messi também foi julgado em Barcelona, onde Neymar está tendo de se explicar.

Aliás, os seus advogados pediram, e e ele expôs seu amor ao clube catalão. Situação muito importante na extrema rivalidade eterna entre Barcelona e Madrid.

“Eu sabia dos rumores de outros clubes, mas meu sonho era assinar pelo Barça, e em 2013 decidi ir para o Barça e deixar o Santos.

"Tive opções de muitos clubes, mas meu sonho sempre foi jogar no Barça, desde criança queria jogar lá e sempre sigo meu coração.

"Lembro-me que tinha o Real Madrid para ir e não me lembro de outros. No último momento foi Madrid ou Barça, mas o meu coração fez-me ir para o Barça."

A estratégia está mais do que aberta.

Jogar toda a culpa em cima de Neymar pai.

E entrar em acordo financeiro em relação ao grupo DIS.

Mas o desgaste em relação à imagem de Neymar na Europa só aumenta.

O nebuloso processo de sua saída do Santos para o Barcelona segue sendo muito criticado.

Além de Neymar, seus pais, os ex-presidentes do Barcelona Sandro Rosell e Josep Maria Bartomeu e o ex-presidente do Santos Odílio Rodrigues Filho também são processados. Como o Barcelona, o Santos e a NN, empresa que cuida da administração dos bens do jogador.

Há a previsão de que Neymar volte a dar outros esclarecimentos ao tribunal em Barcelona.

Por enquanto, a estratégia da defesa não poderia ser mais clara.

A de mostrá-lo como um alienado, infantilizado, sem responsabilide sobre as decisões importantes da carreira, envolvendo dinheiro.

E do seu amor pelo Barcelona.

De onde saiu pela porta dos fundos, para ganhar mais dinheiro e ser protagonista no Paris Saint-Germain.

Com Benzema, França terá na Copa do Mundo dois premiados no Bola de Ouro

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas