Cosme Rímoli 'Agora que ele não sai.' Leila, presidente do Palmeiras, enfrenta vândalos que apedrejaram o carro de Jorge

'Agora que ele não sai.' Leila, presidente do Palmeiras, enfrenta vândalos que apedrejaram o carro de Jorge

O lateral-esquerdo já havia recebido ameaças. Hoje, em frente ao CT, vândalos apedrejaram seu carro e o ameaçaram. Direção do clube, Abel e jogadores deram toda a solidariedade. Contrato vai até fim de 2025

  • Cosme Rímoli | Do R7

Jorge ganhou todo o apoio de Abel e dos companheiros. Vandalismo teve efeito contrário

Jorge ganhou todo o apoio de Abel e dos companheiros. Vandalismo teve efeito contrário

Palmeiras

São Paulo, Brasil

Efeito contrário para os vândalos que quiseram amendrontar Jorge.

Com ameaças e pedradas no seu carro, eles o queriam longe do Palmeiras.

O ataque de vandalismo aconteceu hoje de manhã.

Mas as ameaças ao lateral-esquerdo reserva já eram feitas havia dias.

Por conta de seu decepcionante futebol.

O jogador de 26 anos não consegue se firmar no time.

Ele seria a opção para quando Abel Ferreira definisse seu esquema tático com dois laterais agudos, com quatro defensores. Ou quando Piquerez fosse convocado para a seleção uruguaia.

O Palmeiras fez uma mera aposta quando contratou o jogador.

Jorge surgiu com enorme expectativa no Flamengo. Convocado para as seleções brasileiras de base. Mostrava muita agressividade, dribles, velocidade. Foi vendido ao Monaco, que venceu o duelo com o Manchester City, por 9 milhões de euros, cerca de R$ 47 milhões.

Mas não conseguiu se firmar, mostrando ofensividade mas pouco potencial para a marcação. Foi emprestado ao Porto. Também não foi titular. Acabou emprestado ao Santos

Estava indo bem. Até que no clássico contra o São Paulo, no dia 16 de novembro de 2019, Eduardo Sasha reclamou de não ter recebido um passe. O lateral, que sabia que não ficaria na Vila Belmiro, foi até o atacante e, xingando-o bastante, colocou sua mão no rosto do jogador. Assustado, Sasha não reagiu.

Jorge ficou "queimado" com o restante do elenco santista.

Mesmo tendo sido o melhor lateral-esquerdo do Brasileiro daquele ano, foi devolvido ao Monaco.

Jorge chegou a ser convocado para a seleção principal por Tite. Contusão travou a carreira

Jorge chegou a ser convocado para a seleção principal por Tite. Contusão travou a carreira

CBF

Mal voltou, de novo emprestado. Desta vez ao Basel, da Suíça.

Em dezembro de 2020, ele rompeu os ligamentos cruzados do joelho esquerdo.

Depois de uma longa recuperação, quando já estava começando a treinar, Jorge entrou em acordo com a direção do Monaco. O Palmeiras o queria. O acordo foi que ele seria contratado sem custo pelo clube brasileiro. O time francês ficaria com 50% dos direitos do jogador. O fato de ser jovem conta.

Jorge assinou contrato com o Palmerias até o fim de 2025.

Ele desembarcou no Palestra Itália em julho. 

Recuperou-se fisicamente.

Mas tem se mostrado um problema para Abel Ferreira. Jorge não consegue desenvolver a intensidade que o treinador português cobra de um lateral do Palmeiras. 

Ele segue atacando bem. Mas deixa enorme espaço às suas costas. Daí as queixas de imprensa e de torcedores. Principalmente nas redes sociais.

Foi uma bola de neve.

Que acabou chegando a vândalos que ameaçavam o jogador.

Eles o queriam fora do Palmeiras de qualquer maneira.

Daí a tocaia, hoje, perto do Centro de Treinamento.

Vieram as pedras, os palavrões e as ameaças.

Jorge foi o melhor lateral-esquerdo do Brasil em 2019. Mas não ficou no Santos

Jorge foi o melhor lateral-esquerdo do Brasil em 2019. Mas não ficou no Santos

Reprodução/Instagram

Só que tudo deu errado para os vândalos.

Leila Pereira ficou irritadíssima ao saber do ataque.

E foi bem clara com conselheiros próximos.

"Agora que ele não sai. Não vamos ceder", disse ela.

Abel Ferreira também foi solidário ao lateral.

Como os demais jogadores do elenco.

Jorge ficou muito assustado.

Só que foi aconselhado pelos dirigentes a prestar queixa.

Fazer Boletim de Ocorrência.

Agora, só sairá do Palmeiras se quiser.

Porque Abel está disposto a tentar recuperar seu futebol.

E a direção do Palmeiras exige que a Polícia Civil descubra quem foram os vândalos.

A cúpula da torcida Mancha Verde garante que o ataque não veio da organizada...

Edmundo põe à venda mansão de R$ 16 mi com cinema privado e piscina com cascata

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas