Cosme Rímoli Abatido, Ceni pede apoio ao Fla. E vê problema psicológico

Abatido, Ceni pede apoio ao Fla. E vê problema psicológico

Ceni deu suas explicações após eliminação do seu time da Copa do Brasil, diante do São Paulo. Sabe que a cobrança pela Libertadores será enorme

  • Cosme Rímoli | Do R7

Rogério Ceni ficou arrasado com a eliminação no Morumbi. Palco de tantas alegrias

Rogério Ceni ficou arrasado com a eliminação no Morumbi. Palco de tantas alegrias

Alexandre Vidal/Flamengo

São Paulo, Brasil

Rogério Ceni estava arrasado.

Mas, abalado, tinha de explicar a derrota do Flamengo.

Como o São Paulo conseguiu a goleada no Morumbi.

Eliminar seu time da Copa do Brasil.

Aliás, eliminá-lo pela segunda vez da competição.

Comandando o Fortaleza, ele também havia sentido a dor do fracasso, nas oitavas de final contra o próprio time de Diniz, nos pênaltis.

Muito mais do que sua versão tática da queda de ontem, Ceni queria pedir compaixão, apoio da torcida para os jogadores.

Ainda mais porque já daqui a cinco dias, o Flamengo começa o confronto eliminatória contra o Racing, pelas oitavas da Libertadores.

"O torcedor, por mais magoado que esteja, tem que comprar este time, pois deu muita alegria. Este time reergueu o Flamengo com tantos títulos. Mentalmente temos que ser fortes.

"É muito fácil quando tudo está bom. Quando tudo está difícil é que precisamos do torcedor. Eu sei o quanto eles estão tristes, mas é hora de abraçar este time. Assim como antes de 2019, como essa torcida já fez."

Rogério Ceni fez questão de destacar na coletiva, a superioridade que viu do Flamengo no primeiro tempo contra o São Paulo.

"O jogo muito parecido com o do Maracanã. O Flamengo dominou o primeiro tempo e teve oportunidades. Infelizmente o momento faz com que a bola passe próxima do gol e não entre.

"Na primeira oportunidade do São Paulo, saiu o gol. Aí entra o lado psicológico que acaba atrapalhando todo o esforço. Aí tem o desgaste, tudo que temos enfrentado", lembrou.

Ceni destacou que o problema psicológico.

A falta de reação do Flamengo quando tem dificuldades em campo.

"O maior problema está na cabeça. Precisamos recuperar isso. Sofremos dois gols parecidos e o time sente muito", deixou escapar.

Ele segue sem jamais ter vencido os times de Fernando Diniz.

E muito menos o São Paulo, clube que é o maior ídolo da história.

Rogério Ceni tem duas derrotas e apenas um empate dirigindo o Flamengo.

Os desfalques servem como escudo.

Mas o treinador sabe.

Ele será muito cobrado daqui por diante na Gávea.

A eliminação ontem foi pesada demais.

E o clube deixou de ganhar R$ 7 milhões de premiação, caso chegasse às semifinais da Copa do Brasil.

O que irrita a diretoria.

Ceni que se recupere na Libertadores...

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Surto no esporte! Confira clubes que já sofreram baixas pela covid-19

Últimas