Cosme Rímoli À sombra de Hulk, Diego Costa rescinde contrato com o Atlético. Willian tenta convencê-lo a jogar no Corinthians

À sombra de Hulk, Diego Costa rescinde contrato com o Atlético. Willian tenta convencê-lo a jogar no Corinthians

O jogador não quis seguir em segundo plano no clube campeão do Brasil. Rescindiu seu contrato. O Corinthians o quer como 'estrela' de 2022. Usa Willian como grande arma. Só Europa pode atrapalhar

  • Cosme Rímoli | Do R7

Diego Costa e Willian são muito amigos. O meia tenta convencê-lo a jogar no Corinthians

Diego Costa e Willian são muito amigos. O meia tenta convencê-lo a jogar no Corinthians

Reprodução/Instagram

São Paulo, Brasil

Há dez anos, Diego Costa é estrela por onde passa.

Desde que se firmou no Atlético de Madrid.

Foi para o Chelsea, voltou para o Atlético de Madrid.

Contratado no ano passado pelo Atlético-MG, não gostou de não se firmar como titular, nem de viver à sombra de Hulk, que, mostrando ótimo futebol, roubou todas as atenções.

Milionário, 33 anos, não era esse o capítulo final de carreira com que vinha sonhando. Não gostou de ser tratado como coadjuvante. As contusões também atrapalharam. Mas ele simplesmente não se adaptou a Belo Horizonte, a não ser um grande personagem nas conquistas do Brasileiro e da Copa do Brasil pelo Atlético. 

Disputou apenas 14 partidas. Marcou cinco gols, deu uma assistência. Recebeu seu salário de R$ 1,5 milhão.

Mas repensou a carreira. 

E procurou a direção do clube para rescindir seu contrato.

O problema era a multa rescisória, de R$ 16 milhões.

O clube, a princípio, aceitava a rescisão sem multa. 

Desde que ele não fosse para uma equipe brasileira.

Hulk foi o artilheiro do Brasil. Roubou todas as atenções no Atlético. DIego Costa foi coadjuvante

Hulk foi o artilheiro do Brasil. Roubou todas as atenções no Atlético. DIego Costa foi coadjuvante

Pedro Souza/Atlético

Principalmente uma que fosse disputar a Libertadores, objetivo do clube neste ano.

Mas, depois de muita conversa, houve a liberação, sem restrições.

Diego Costa tem ótimos contatos na Espanha, onde passa férias.

Mas o assédio do Corinthians é fortíssimo.

O presidente Duilio Monteiro Alves ouviu do jogador Willian, companheiro do atacante no Chelsea, ainda no fim do ano passado, que Diego Costa não ficaria no Atlético Mineiro. 

E, desde então, intermediários deixaram a posição do Corinthians clara ao atacante.

Se ele se livrasse da multa rescisória do Atlético Mineiro, o clube paulista estaria pronto para levá-lo, como grande estrela de 2022.

Duilio sonhava com Cavani. O uruguaio recebe R$ 6 milhões por mês no United. Também com Suárez, R$ 4,5 milhões, no Atlético de Madrid.

R$ 1,5 milhão mensal é viável no Corinthians, por conta de patrocinadores, interessados na exposição de suas marcas.

Sylvinho pediu e os dirigentes sabem que o time precisa de um artilheiro. A diretoria quer um midiático, com grande popularidade.

O ex-jogador da seleção espanhola tem esse perfil.

E, nas últimas horas, com a rescisão de Diego Costa acertada, virou prioridade no Corinthians.

Os contatos estão acontecendo.

Há muito otimismo no Parque São Jorge.

O único obstáculo pode ser uma proposta europeia.

A sexta-feira é de expectativa no Corinthians...

Vini Jr. supera Haaland e é o jogador mais valioso do mundo, diz estudo

Últimas