Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti Copa 2018
Publicidade

Uma estrela na Copa, Kolinda, a exuberante presidente da Croácia

Conservadora, católica praticante, posa de biquini, defende o direito ao aborto e, nas vitórias da sua seleção, bebe cerveja com o time nos vestiários

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

Kolinda, na Copa
Kolinda, na Copa Kolinda, na Copa

Para uma jovem dama de 49 anos que se define como uma conservadora, católica praticante e defensora radical da instituição secular da família cristã, Kolinda Grabar-Kitarovic se comporta com uma ousadia cativante. Atual presidente da Croácia, se deixa fotografar em reduzidos biquinis; vai aos jogos da sua seleção, na Copa da Rússia, com a celebrada camisa quadriculada; e, depois de cada triunfo, se mistura aos atletas, nos vestiários, esfuziante, eufórica, um copázio de cerveja bem espumante na mão.

Filha de um açougueiro de Rijeka, ainda nos tempos da antiga Iugoslávia, a única nação da Cortina de Ferro que mantinha excelentes relações com os Estados Unidos, ela conseguiu uma bolsa de estudos e se graduou no Novo México. Daí, na década de 90, de volta à sua pátria, já a Croácia livre, fez carreira em Relações Exteriores e então se tornou embaixatriz na América de 2008 até 2011. De retorno, assumiu outra paixão, a política, e se candidatou ao cargo de presidente em Dezembro de 2014. Ficou na segunda colocação, atrás de Ivo Josipovic, o ocupante do posto. Mas, em Janeiro de 2015, num segundo turno do pleito, superou Josipovic por meros 1,5% dos votos.

Kolinda, com a família, em 2011
Kolinda, com a família, em 2011 Kolinda, com a família, em 2011

Contraditória nas questões sociais, se manifesta a favor do aborto mas é absolutamente contra o matrimônio de pessoas do mesmo sexo. Combate determinados métodos contraceptivos mas defende a educação sexual na escola. Casada desde 1996 com Jacov Kitarovic, um engenheiro naval, com ele teve dois rebentos: Katarina, 17 anos, uma patinadora no gelo, campeã juvenil da Croácia; e Luka, de 15, que pretende se tornar um enxadrista.

Kolinda, com a tropa em posição de sentido
Kolinda, com a tropa em posição de sentido Kolinda, com a tropa em posição de sentido

Durante a sua passagem diplomática pelos EUA, Jacov se envolveu num escândalo, flagrado ao usar um carro do governo em suas atividades privadas por Washington DC e até através do interior do país. Num primeiro momento, Kolinda defendeu o marido. Argumentou que mesmo um esposo de embaixatriz exerce as suas funções 24 horas ao dia. Encerrou a polêmica, todavia, ao assumir do seu bolso todas as despesas do automóvel de Jacov. Aliás, ela faz questão de bancar, de seu salário, todas, mas todas mesmo, as despesas da sua atual passagem esportiva pela Rússia.

Publicidade

Seu problema desta segunda-feira, 9 de Julho: um vídeo gravado pelo zagueiro Domagoj Vida e pelo ex-atleta Ognjen Vukojevic, hoje integrante da Comissão Técnica da sua seleção. Ex-jogadores do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, nação em conflito quase bélico com a Rússia, Vida e Vukojevic dedicaram a seu ex-clube a recente vitória da Croácia sobre a anfitriã. Nesta terça, dia 10, Kolinda provavelmente se sentará, nas tribunas do Fisht de Sochi, ao lado de Vladimir Putin, um hospedeiro que não perdoa as hostilidades alheias.

Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Tweetar”, ou deixe a sua importante opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.