Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti Copa 2018
Publicidade

Lukaku e Harry Kane se ofuscaram, mas foi justo o bronze da Bélgica

Não aconteceu, na disputa do terceiro lugar da Copa da Rússia/2018, o esperado duelo entre o tanque dos "Rubros" e o artilheiro dos "Leões".

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

Celebração, Bélgica 1 X 0
Celebração, Bélgica 1 X 0 Celebração, Bélgica 1 X 0

Presenciei, invariavelmente por razões profissionais, as doze disputas de terceiro lugar que se travaram desde a Copa do México/70. E posso assegurar, como testemunha de ótima fé, que em todas aconteceram jogões, com duas exceções já longínquas, a primeira e a segunda. Em 70, a Alemanha devastada pela prorrogação impiedosa diante da Itália e o Uruguai desalentado pela sua derrota diante do Brasil. E, em 74, desinteressados o Brasil e a Polônia depois de humilhados, respectivamente, pela Holanda e pela Alemanha. A lista inteirinha dos cotejos está num PS, logo abaixo deste texto.

Harry Kane, amarga frustração
Harry Kane, amarga frustração Harry Kane, amarga frustração

Neste sábado, 14 de Julho, o penúltimo dia da Copa da Rússia/2018, coube à Inglaterra e à Bélgica o combate pelo bronze da competição. Fez sol em São Petersburgo e no Estádio da Ilha Krestovsky, onde o delta do Rio Neva se derrama no Mar Báltico, o público total de 64.468 espectadores também imaginava não se chatear. Afinal, medalha à parte, haveria um duelo muito interessante a se apreciar: pelos “Três Leões”, Harry Kane, o artilheiro até então com 6 tentos; e, pelos “Rubros”, Romelu Lukaku, com 4. Apareceram pouco, porém, ao menos na etapa inicial. Aliás, a Inglaterra toda, em bloco, praticamente, incrivelmente, tristemente, desapareceu.

Meunier, Bélgica 1 X 0
Meunier, Bélgica 1 X 0 Meunier, Bélgica 1 X 0

Um gol da Bélgica, logo aos 4’, acenou com a promessa de empolgação. Chadli investiu pela canhota, cruzou à meia altura, Meunier se antecipou à marcação da zaga e completou de canela, os “Rubros” 1 X 0. Estranhamente, porém, ao invés de reagirem, os “Leões” se acuaram. E a Bélgica, num estilo bonito de passes rasteiros, de pé a pé, ou de avançadas em velocidade, praticamente sem erros, tomou conta da porfia. Kane só tentaria um chute à meta de Courtois aos 41’, grotescamente, mediocremente, sem pontaria. E o primeiro tempo se encerraria com o mesmo resultado, meramente 1 X 0.

Dier tenta e Alderweireld salva em cima da linha
Dier tenta e Alderweireld salva em cima da linha Dier tenta e Alderweireld salva em cima da linha

Na etapa derradeira, aos 60’, Roberto Martínez, o ibérico treinador da Bélgica, desistiu de apostar em Lukaku e o trocou por Mertens. O seu rival Gareth Southgate não desistiu de Kane, o artilheiro continuou medíocre. Mas a Inglaterra aos pouquinhos melhorou. Paralelamente ao cansaço dos “Rubros”, optou por explorar as descidas através dos flancos do gramado. E quase igualou aos 69’ quando Alderweireld aparou, na linha fatal, um chute de Dier. Ocorre, todavia, que a Bélgica dispõe de um contra-ataque lancinante, rapidérrimo. E, aos 82’, De Bruyne fugiu pelo meio e lançou Hazard, um arremate preciso do capitão, à saída de Jordan Pickford, 2 X 0.

Publicidade
Hazard, Bélgica 2 X 0
Hazard, Bélgica 2 X 0 Hazard, Bélgica 2 X 0

Alegria de consolação para De Bruyne e Hazard, dois dos craques destacáveis na Copa. Frustração amarga para Harry Kane, que registrou os seus 6 tentos nos primeiros quatro prélios da sua seleção e, depois, não pôde enfunar as redes alheias, novamente. Fantasiava, no mínimo, em atingir a cota dos 7 e, assim, se equivaler ao astro polonês Grzegorz Lato, o último europeu a atingir tal marca, bem lá longe, na Copa da Alemanha/74. Quanto ao bronze dos “Rubros”, representou a melhor performance da Bélgica em suas 13 aparições na História da Copa do Mundo. É, a Bélgica que eliminou o Brasil.

Eis todas os confrontos anteriores pelo terceiro posto:

Publicidade

MÉXICO/70

Alemanha 1 X 0 Uruguai

Publicidade

ALEMANHA/74

Polônia 1 X 0 Brasil

ARGENTINA/78

Brasil 2 X 1 Itália

ESPANHA/82

Polônia 3 X 2 França

MÉXICO/86

França 4 X 2 Bélgica

ITÁLIA/90

Itália 2 X 1 Inglaterra

EUA/94

Suécia 4 X 0 Bulgária

FRANÇA/98

Croácia 2 X 1 Holanda

CORÉIA DO SUL & JAPÃO/2002

Turquia 3 X 2 Coréia do Sul

FRANÇA/2006

Alemanha 3 X 1 Portugal

ÁFRICA DO SUL/2010

Alemanha 3 X 2 Uruguai

BRASIL/2014

Holanda 3 X 0 Brasil

Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Tweetar”, ou deixe a sua importante opinião em “Comentários”. Muito obrigado. E um grande abraço!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.