Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Blog do Nicola
Publicidade

Saiba por que Ronaldo demitiu Pepa e quem ele quer no comando do Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno cede à pressão da torcida e dispensa português; Raposa tem três nomes na pauta

Blog do Nicola|Jorge Nicola e Jorge Nicola


Pepa perdeu o emprego no Cruzeiro
Pepa perdeu o emprego no Cruzeiro

Pepa se tornou, na manhã desta terça-feira, o primeiro treinador demitido por Ronaldo Fenômeno desde a compra da SAF do Cruzeiro. O ex-jogador optou pela dispensa diante da enorme pressão da torcida e da constatação de que o português perdeu parte do elenco. As críticas aos jogadores após a derrota por 3 a 0 para o Grêmio, no domingo, pegaram mal internamente.

O blog apurou que a Raposa tem pressa para encontrar um substituto e já ouviu seu primeiro "não". Antonio Oliveira, que acumula vários trabalhos ao lado de Paulo Autuori, foi procurado e descartou deixar o comando do Cuiabá até o fim do Campeonato Brasileiro.

Autuori, por sinal, é uma das alternativas estudadas por Ronaldo e companhia. Recém-contratado como diretor técnico, o dirigente ficaria interinamente até o fim da temporada, para o Cruzeiro poder conduzir com calma a busca por outro nome em 2024.

Mas a Raposa também estuda os nomes de Tiago Nunes, hoje no Sporting Cristal, do Peru, e Maurício Barbieri, desempregado desde que foi demitido pelo Vasco, em 22 de junho. Vale lembrar que Tiago Nunes lidera o Campeonato Peruano e acumula oito jogos sem derrota, com cinco vitórias e três empates.

Publicidade

Pepa deixa a Toca da Raposa depois de 25 jogos, com sete vitórias, oito empates e dez derrotas, com aproveitamento de apenas 38% dos pontos. Ele havia sido contratado para substituir Paulo Pezzolano pouco depois do Campeonato Mineiro.

Crise no Verdão? Veja o que mudou no mundo da bola desde a última vitória do Palmeiras

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.