Esportes Mudança da final da Libertadores ameaça lua de mel de rubro-negros

Mudança da final da Libertadores ameaça lua de mel de rubro-negros

Aos 45 do 2º tempo, casal Karolinne e Eduardo precisa refazer planejamento para realizar sonho de celebrar união em jogo histórico do Flamengo

Lua de mel Libertadores

Casal iniciou o namoro na antiga Ilha do Urubu em 2017

Casal iniciou o namoro na antiga Ilha do Urubu em 2017

Arquivo Pessoal

A decisão de trocar o palco da final da Libertadores 2019 pode ameaçar a lua de mel de um casal rubro-negro aos 45 minutos do segundo tempo. 

Leia mais: Flamenguistas calculam nova 'bolada' por troca de local da final

Karolinne Macedo e Eduardo Souza, que programaram a comemoração para o dia 23 de novembro em Santiago, no Chile, justamente em razão da decisão do torneio, estão passando um sufoco enquanto não conseguem trocar as passagens e reservar uma hospedagem para Lima, capital do Peru. 

O casal iniciou o namoro numa vitória Flamengo sobre a Chapecoense, por 4 a 0, em 2017, sem previsão para o casório. Mas, viram o jogo mais importante da história do clube nos últimos 38 anos como uma oportunidade para selar o amor. 

“O Edu disse que queria muito ir à final da Libertadores porque acreditava na vitória do Flamengo. Eu falei para ele que era impossível, já que trabalhamos em shopping, não temos folgas e não daria para tirar férias em novembro. Aí lembrei que, se a gente se casasse, poderíamos pegar os dias para viajar”, contou Karolinne.

Karol e Edu estão juntos há dois anos

Karol e Edu estão juntos há dois anos

Arquivo Pessoal

A partir disso, Eduardo começou a movimentação para dar entrada nos papéis do casamento no civil. 

"Foi maior luta, mas conseguimos. Aí veio o jogo contra o Internacional pelas quartas de final, estávamos lá no Maracanã. Ali já ficou encaminhado, né?", lembrou o torcedor rubro-negro, que já acreditava na classificação do time, antes mesmo de acontecer. 

O casamento está marcado para o dia 22 de novembro, véspera da grande final no estádio Monumental. Mas, para o sonho ficar completo, o casal ainda precisa suar a camisa para conquistar as tão disputadas passagens áreas com destino a Lima.  

“Não faço a menor ideia do que fazer. Vou ter que planejar uma nova lua de mel em menos de 15 dias. Estava tão focada de que daria tudo certo, que não tenho um plano B”, disse Karolinne.

Com a grana curta, Eduardo e Karolinne decidiram rifar uma camisa de futebol para custear os gastos extras que surgiram nesta reta final dos preparativos. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira