Dorival Júnior comemora título, mas já pensa no Santos do Campeonato Brasileiro

O técnico Dorival Júnior comemorou a conquista do título do Campeonato Paulista, o seu segundo no comando do Santos, mas já pensa no que vem pela frente: a disputa do Campeonato Brasileiro, que começa já no próximo fim de semana. Segundo ele, é preciso contratar reforços. O pedido tem uma boa justificativa. Não se trata de uma crítica ao elenco que acabou de levantar mais uma taça. Ele se refere aos desfalques que o time terá com as convocações da seleção brasileira.

Ricardo Oliveira, Lucas Lima e Gabriel foram convocados para a seleção do técnico Dunga que disputará a Copa América Centenário, em junho, nos Estados Unidos. Gabriel, ao lado de Zeca, também deve integrar a lista dos jogadores que vão disputar os Jogos Olímpicos do Rio, em agosto. "É muita honra para o clube ceder três jogadores para a seleção brasileira, mas isso acaba penalizando o time no campeonato brasileiro. Temos que trazer jogadores que possam suprir algumas posições. Se não fizermos isso, teremos problemas", disse Dorival Júnior.

Até agora o Santos fechou com o zagueiro Fabián Noguera, do Banfield (Argentina), e com o atacante Rodrigão, do Campinense-PB. Nesta segunda-feira, o clube espera entrar em acordo e anunciar a contratação do atacante argentino Emiliano Vecchio.

Dorival Júnior já fez um outro pedido à diretoria. A contratação do polivalente Yuri, do Audax. Ele jogou os dois jogos como zagueiro, mas a sua função principal é a de volante. "Apenas disse que gostei muito dele, que acompanhei, e que, caso ele não tivesse nada (proposta de algum clube), poderíamos tentar algo".

Modesto Roma Júnior, presidente do Santos, criticou o calendário da CBF, mas disse que não irá pedir a desconvocação dos jogadores, em uma tentativa de não prejudicar o time. "Acho que tem que convocar os melhores, sim. Eu não critiquei o Dunga nem o Gilmar. O que eu critico é o calendário, que é muito ruim para o futebol brasileiro. E critico a CBF por não pagar os clubes nesse período que os atletas ficam com a seleção", disse. "Não quero pedir a dispensa dos atletas, não é assim que se corrige a porcaria que foi feita. Quero que se corrija daqui para frente".

QUEM SAI? - Além da convocação, a janela de transferências da Europa do meio do ano também podem desfalcar o Santos durante o Brasileirão. Todos os cinco jogadores convocados por Dunga têm recebido sondagens ou até propostas de clubes europeus.

Após a final, Modesto Roma Júnior enfatizou que tentará ao máximo segurar os atletas e que o clube não tem interesse de vender nenhum atleta. Mas são grandes, por exemplo, as chances de perder Lucas Lima, que já disse que sonha jogar na Europa.

O lateral-esquerdo Zeca teria recebido uma sondagem do Atlético de Madrid, time espanhol que vai disputar a final da Liga dos Campeões da Europa contra o Real Madrid. "Se for bom para mim e para o Santos, vamos ver", afirmou Zeca, sem confirmar ter recebido uma proposta oficial.

O Santos estreia no Brasileirão no próximo sábado contra o Atlético Mineiro, fora de casa. A meta do clube é ao menos brigar por uma vaga no G4. No ano passado, o time fraquejou nas últimas rodadas e, além disso, perdeu a final da Copa do Brasil para o Palmeiras, ficando fora da Copa Libertadores. Antes do duelo em Minas Gerais, jogará no Acre contra o Galvez, nesta quarta-feira, pela rodada de ida da segunda fase da Copa do Brasil.