Lance Zinho revela profecia da mãe sobre Seleção Brasileira e chora ao lembrar de sua morte: 'Parou de sofrer'

Zinho revela profecia da mãe sobre Seleção Brasileira e chora ao lembrar de sua morte: 'Parou de sofrer'

Dona Lita faleceu no mesmo dia que o Brasil conseguiu a classificação para Copa do Mundo de 1994

Lance
Lance

Lance

Lance

Zinho construiu uma carreira vitoriosa no futebol e é apontado como um dos grandes nomes da Seleção Brasileira. Durante entrevista ao podcast "WiB&Cast", o ex-jogador relembrou de uma profecia da própria mãe e chorou ao relembrar de sua morte.

+ Mauro Cezar em choque com jornalista italiano: veja tretas entre nomes da imprensa

- O Brasil tinha acabado de ser campeão (Copa de 1970) e foi aquela festa nas ruas. Meus primos eram mais velhos e saíram para comemorar. E eu, criancinha, não entendia o que estava acontecendo. Eu acabei me perdendo nesse dia saindo atrás deles. Quando voltaram pra casa e minha mãe perguntou ‘cadê o Zinho?’, eles não sabiam. Meu sapato do pé esquerdo ficou em casa e minha mãe ficou com ele na mão, ajoelhada, rezando. E falou: ‘um dia vou ver ele na Seleção vestindo essa camisa amarela’. Até que tudo começou aos 11 anos, quando passei no Flamengo e iniciei minha história - declarou Zinho.

+ CBF deve firmar novo contrato milionário para direitos de transmissão da Copa do Brasil

A profecia se concretizou, mas dona Lita não conseguiu presenciar a conquista do filho na Copa do Mundo de 1994. A mãe do ex-jogador acabou falecendo em 1993, exatamente no dia que a Seleção Brasileira conseguiu a classificação para Copa.

- Saí do Maracanã naquele dia direto para o hospital. Quando deixei o vestiário e não vi o meu pai, já desconfiei que pudesse ter acontecido alguma coisa, porque ela já estava hospitalizada e eu sabia que ela não estava bem. Quando fomos para o hospital, em Nova Iguaçu, ela no CTI, eu e minha esposa pegamos na mão dela e fizemos uma oração. Ali eu disse a ela: ‘O que a senhora profetizou deu certo. Seu filho está na Copa do Mundo. Pode descansar!’ E, acompanhando o batimento cardíaco, tenho certeza de que ela escutou. Ela estava me esperando, porque uns dez minutos depois o médico veio e disse que ela teve uma outra parada e não resistiu... Deus é perfeito até no momento da dor e da dificuldade - disse Zinho emocionado.

Com passagens por Flamengo, Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro, quatro títulos da Copa do Brasil, cinco Brasileiros e uma Copa do Mundo, Zinho entrou para história do futebol brasileiro. Atualmente, o ex-jogador trabalha como comentarista na ESPN e vem compartilhando nos últimos anos todo o conhecimento que adquiriu dentro de campo.

Últimas