'Zico fez aumentar o sentimento pelo Flamengo', diz Galvão Bueno

Narrador reafirmou carinho pelo Rubro-Negro em entrevista ao 'Canal Zico 10' e explicou como distanciou do lado torcedor ao começar na comunicação

Zico e Galvão Bueno na entrevista da pelo narrador ao ex-jogador

Zico e Galvão Bueno na entrevista da pelo narrador ao ex-jogador

Divulgação Canal Zico

O narrador Galvão Bueno foi entrevistado, nesta segunda-feira, pelo ex-jogador e ídolo do Flamengo Zico. O comunicador da "Rede Globo" falou ao canal do Galinho, "Canal Zico 10", e voltou a confessar o seu carinho pelo Flamengo. Galvão explicou de onde veio essa paixão pelo Rubro-Negro e avaliou a distância necessária do clube que ele precisou dar quando iniciou no jornalismo.

- Não virei torcedor do Flamengo por conta do Zico. O Zico fez aumentar o sentimento pelo Flamengo. No tricampeonato carioca do Flamengo em 1953,1954 e 1955, meu tio Antônio me levava para o Maracanã. Eu frequento o estádio desde os cinco anos. Faziam festa comigo. E aí, eu virei torcedor - comentou o principal narrador da "Globo".

Desde jovem na profissão, Galvão afirmou que é preciso um certo distanciamento para que se trabalhe narrando as partidas. Então ele deixou este carinho de lado antes de entrar no esporte, embora tenha confessado que viveu grandes momentos transmitindo jogos do Rubro-Negro.

- Eu só me abri que sou torcedor do Flamengo recentemente. O Armando Nogueira me ensinou que depois de uma certa idade, você ganha o direito de falar algumas coisas. Então, decidi falar. E o pessoal me respeita - finalizou ele.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Veja momentos fofos de Medina e Yasmin, casal shippado da quarenta