Lance Zada já projeta o Campeonato Carioca pelo Volta Redonda

Zada já projeta o Campeonato Carioca pelo Volta Redonda

Gerente de Futebol comentou tabela do Cariocão e falou sobre 2023 para o Voltaço

Lance
Lance

Lance

Lance

Na última semana, o Volta Redonda conheceu a tabela do Cariocão 2023. O Voltaço estreará contra o Nova Iguaçu fora de casa. Também encerrará fora de casa a primeira fase, diante do Boavista. Botafogo e Vasco também receberão a visita do Tricolor de Aço quando se chegar a hora. Já a dupla Fla-Flu terão o Raulino de Oliveira pela frente na hora do jogo.

- Analisando friamente, é uma tabela muito perigosa, pela sequência e maneira que foi montada. Isso nos trás ainda mais responsabilidade e atenção a competição - disse Zada.

O Volta Redonda amargou pouco tempo na série A2 do futebol carioca. Após o rebaixamento ano passado, Zada comandou a retomada da equipe ao grupo de elite carioca. Agora ele espera uma competição difícil, mas com objetivos definidos para não ter surpresas negativas novamente:

- Temos duas etapas para cumprir: fazer uma competição equilibrada e conquistar os nossos objetivos passo a passo. Então, primeiro, atingir a pontuação necessária para não correr risco de descenso. Segundo, seria classificar para Copa do Brasil 2024. O que vier será extra - afirmou.

O Gerente Geral de Futebol do clube também prevê muitas dificuldades para a montagem do elenco, mas acredita muito na estrutura do clube para essa engrenagem ser construída.

- As nossas dificuldades serão enormes na montagem da equipe, esse ano tivemos uma perda muito grande de atletas que terminaram a temporada de titular. Cerca de 70% do elenco mudará, alguns por propostas melhores e outros por opções técnicas. Estamos no mercado atento às oportunidades de atletas com perfil que se encaixem com a filosofia do trabalho exigido pela comissão técnica, atletas vencedores, dinâmicos, com experiência nas competições que iremos disputar e que tenham um bom perfil técnico, tático, aliado a conduta diária do clube - explicou.

Sobre a espinha dorsal de 2022, Zada admitiu dificuldade de manter, mas brigará ao lado do Vice-presidente, Flavio Horta, dentro da realidade financeira do clube para continuar com essa estrutura no time. Sabe da valorização de cada um pelo segundo semestre de sucesso realizado.

- Infelizmente ou felizmente, dependendo do ponto de vista, a campanha no segundo semestre valorizou a todos no elenco e isso fez com que muitas atletas recebessem sondagens e melhores opções contratuais. Estamos dentro da nossa luta diária financeira para tentar diminuir ao máximo as saídas dos principais atletas - finalizou.

Últimas