Lance Yalemzerf Yehualaw bate recorde mundial da meia maratona feminina

Yalemzerf Yehualaw bate recorde mundial da meia maratona feminina

Com 1h03m43s, etíope é primeira mulher a correr 21k abaixo de 1h04m

Lance
Lance

Lance

Lance

Com 1h03m43s, a etíope Yalemzerf Yehualaw, de 22 anos, venceu a Antrim Coast Half Marathon, em Larne, na Irlanda do Norte, no domingo passado (29/8). Com este resultado, ela, que ficou na nona posição na classificação geral, superou em 19 segundos o recorde mundial da distância, que pertencia a queniana Ruth Chepngetich, na Meia Maratona N Kolay, em Istambul, em abril deste ano. Além do recorde, Yehualaw é a primeira mulher a correr uma meia maratona abaixo de 1h04m.

“É um sonho que se tornou realidade”, disse ela, comemorando o feito. “É algo pelo qual trabalhei durante toda a minha vida. Já tinha tentado duas vezes quebrar o recorde mundial, mas não aconteceu, mas estou muito feliz que tenha acontecido aqui em Larne”.

A etíope teve uma média de 3m01s por quilômetro nesta meia maratona, reduzindo em 57 segundos seu melhor tempo pessoal, obtido na na Meia Maratona N Kolay deste ano. Tendo Mo Ali e Roy Hoornweg como coelhos, Yehualaw correu o tempo todo em ritmo de recorde mundial. Ela superou os 5k em 15m05s, oito segundos dentro do ritmo do recorde mundial. Ela passou pelos 15K em 45m24s e, 18m18s9 depois, ela fecha a prova com novo recorde feminino da meia maratona.

A queniana Vane Nyaboke, ficou em segundo lugar, com 1h09m44s, seguida pela britânica Rose Harvey, com 1h10m28s.

Em ano olímpico, Yehualaw não esteve em Tóquio por não ter se classificado seletiva etíope para os 10.000m. Ela terminou em quarto lugar com 30m20s77.

No ano passado, a etíope ficou com o bronze no Campeonato Mundial de Meia Maratona, em Gdynia, na Polônia, com 1h05m19s. Já na New Delhi Half-Marathon, também em 2020, ela marcou 1h04m46s.

Na prova masculina, a disputa foi acirrada. O campeão foi o etíope Jemal Yimer, com 1h00m30s. Em segundo lugar ficou o também etíope Tesfahun Akalnew, com 1h00m31s, e, em terceiro, o queniano Shadrack Kimining, com 1h00m32s.

Com 58m32s como seu melhor tempo, Yimer reclamou que o vento o prejudicou um pouco, o que torna o feito de Yehualaw na prova ainda mais incrível.

Últimas