Lance Victor Paraíba entende que paralisação colocará todos os clubes em mesmo patamar físico

Victor Paraíba entende que paralisação colocará todos os clubes em mesmo patamar físico

Revelado nas categorias de base do CSA, jogador admitiu que sonha em chegar a marca de 50 partidas pela equipe

Lance
Lance

Lance

Lance

Enquanto os trabalhos coletivos não são liberados mediante ao risco iminente da pandemia do novo coronavírus, o atacante Victor Paraíba tem mantido a forma fazendo exercícios dentro de casa e com uma certeza.

Para ele, o fato das competições estarem paralisadas e todos serem forçados a fazer os trabalhos físicos somente dentro de suas residências acabará, naturalmente, equilibrando todos os clubes no aspecto físico. Algo que, para ele, aumenta a responsabilidade de seguir à risca os exercícios para emendar uma sequência positiva assim que as partidas puderem ser retomadas:

- A parada vai terminar deixando todas as equipes em um nível parecido fisicamente. Temos que trabalhar muito para iniciarmos uma boa sequência na temporada para crescermos de produção e para ganharmos confiança em 2020. O grupo vai se dedicar muito para que isso aconteça.

Aos 21 anos de idade e já tendo feito 30 partidas com a camisa do Azulão do Mutange, Victor mira a meta de 50 jogos como o primeiro de vários ideais imaginados para sentir que marcou seu nome na história do CSA.

- Estou passando por um momento muito especial em minha carreira e espero manter isso nos próximos meses. Vou continuar trabalhando e me dedicando ao máximo para conquistar títulos e fazer a minha história com a camisa do CSA. Estou passando por um momento muito especial em minha carreira e espero manter isso - concluiu.

Antes da parada, o time de Eduardo Baptista entrou em campo pela última vez goleando o Freipaulistano por 4 a 0 no Rei Pelé pela Copa do Nordeste. Caso não haja maiores alterações de calendário, o próximo compromisso da equipe, ainda sem data marcada, será frente ao ASA pelo Campeonato Alagoano.

Últimas