Vice do Gauchão em 2006 deu força para Inter rumo ao título do Mundial, avaliou Abel Braga

Treinador contou com a confiança do presidente na época, Fernando Carvalho, e foi mantido no cargo mesmo com derrota no estadual para o Grêmio

Lance

Lance

Lance

O técnico Abel Braga, sem clube desde que comandou o Vasco no início da atual temporada, fez comentários interessantes em entrevista que concedeu a 'Rádio Gaúcha' no último sábado (2).

Depois de acompanhar a reprise da final do Mundial Interclubes de 2006 onde o Colorado bateu por 1 a 0 o Barcelona, além de mencionar que parecia estar acompanhando o evento pela primeira vez tamanha a emoção, ele disse que o revés no Gauchão daquele teve papel importante para a sequência da temporada.

Isso porque, mesmo perdendo o estadual para o arquirrival Grêmio, ele se recorda de ouvir diretamente do presidente da época, Fernando Carvalho, que seria mantido no cargo.

- Não tem como. Parece que a coisa volta, um sentimento de satisfação, de dever cumprido. O Carvalho me disse (depois da final do Gauchão): 'Vou te dar a chance de ser campeão da Libertadores' - disse Abelão.

Abel ainda contou uma outra história dos bastidores da equipe que faturou o título mais importante da história do Inter, essa com a equipe já em Yokohama.

Na oportunidade, depois do grupo cometer vários erros em uma atividade, os atletas tiveram uma ideia de atuar pressionando o Barça repleto de nomes importantes como Ronaldinho, Eto'o e cia, algo prontamente descartado pelo treinador.

- O Alex ficou em dúvida quanto a um posicionamento. Era uma função muito importante, que ele sempre cumpriu muito bem. Os jogadores se anteciparam ao que eu ia dizer sobre o treino e foram até o meu quarto. Eles sugeriram que marcássemos pressão. Eu respondi: 'Vocês enlouqueceram de vez'. Então eu falei que se fizessem do jeito que eu falava, nós venceríamos - assegurou.

No clube do Beira-Rio, Abel Braga acumulou em 170 partidas o desempenho de 91 vitórias, 39 empates e 40 derrotas com sete taças conquistadas. Além do Mundial citado e da Libertadores do mesmo ano, Abelão faturou pelo Inter a Sul-Americana de 2008 e três edições do Gauchão: 1994, 2008 e 2014.