Lance Vice do Atlético-MG reclama de pênalti e dispara contra Leonardo Gaciba: 'sem capacidade moral'

Vice do Atlético-MG reclama de pênalti e dispara contra Leonardo Gaciba: 'sem capacidade moral'

Lásaro Cândido expôs sua opinião após um lance no duelo entre Galo e Bahia, que considerou pênalti para o time mineiro

Lance
Lance

Lance

Lance

A derrota do Atlético-MG para o Bahia nesta segunda-feira, 19, por 3 a 1 em Salvador, que tirou a liderança da equipe no Brasileiro, não gerou apenas indignação pelo mau desempenho. Questões de arbitragem também incomodaram o clube. O vice-presidente time mineiro, Lásaro Cândido da Cunha, questionou a não marcação de um pênalti a favor do alvinegro pelo árbitro Anderson Daronco, além de não haver intervenção do VAR no lance.

Lásaro reclamou de uma jogada que aconteceu no primeiro tempo, quando a equipe vencia o time baiano por 1 a 0. Keno teria sido derrubado na área em disputa com Lucas Fonseca. Os jogadores pediram a marcação da penalidade, mas não houve comoção da arbitragem ou mesmo do VAR no lance, gerando a revolta do dirigente.

-Poderíamos ter feitos muitos gols no primeiro tempo(incompetência nossa). Mas houve pênalti claro e não marcado estranhamente pelo árbitro gaúcho e chancelado pelo VAR-disse Lásaro em sua conta no Twitter.

Em em seu momento de contrariedade com a condução do jogo pela arbitragem, o vice-presidente do Atlético pediu a saída de Leonardo Gaciba, presidente da comissão de arbitragem da CBF.

A celeuma com Gaciba pode ter a ver com o pedido do São Paulo em anular o jogo contra o alvinegro após o dirigente declarar que houve erro na vitória atleticana sobre o São Paulo, por 3 a 0, no Mineirão em um lance corrigido de forma equivocada pelo VAR no gol do atacante Luciano, do Tricolor, quando o placar ainda estava 0 a 0. Lásaro disparou:

-O Gaciba, chefe da arbitragem da CBF, não tem mais capacidade moral de continuar no comando da arbitragem da CBF-, escreveu Lásaro.

A derrota para o Bahia fez o Galo cair para a terceira posição no campeonato, com 31 pontos, três a menos do que Internacional e Flamengo. O time mineiro ainda tem um jogo a menos do que os rivais. O Atlético volta a campo no sábado, 24, às 21h, no Mineirão, diante do Sport-PE.

Últimas