Lance Vasco divulga nota informando prisão equivocada de jovem atleta do clube

Vasco divulga nota informando prisão equivocada de jovem atleta do clube

Via redes sociais, Cruz-Maltino afirma acionou jurídico para defender garoto de 14 anos da base do remo

Lance
Lance

Lance

Lance

O Club de Regatas Vasco da Gama divulgou uma nota nesta terça-feira (13) informando a prisão equivocada de um atleta da base do remo, comunicada ao clube pela mãe do jovem. Segundo a publicação, o  jovem de 14 anos foi abordado pela polícia dentro de um ônibus, no caminho de sua casa, localizada no morro do Tuiuti, na zona central do Rio de Janeiro.

➡️ Tudo sobre o Gigante agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Vasco

De acordo com a nota, o garoto negro teria sido confundido com um infrator e retido de forma equivocada por conta de um furto de celular. O Vasco afirma que o remador chegou a apresentar documentos que comprovam que ele é atleta do clube e pedir aos policiais para entrar em contato com a instituição, mas foi ignorado. O menino retornava dos treinos para casa no momento da prisão.

O Vasco da Gama diz, ainda, não ter sido contatado pelas autoridades e acionou o juridico do clube para defender o jovem perante a Justiça. Por fim, o clube manifesta que não permitirá que o nome de seu atleta seja maculado e está dando apoio a sua família.

Leia abaixo a nota na íntegra.

O Club de Regatas Vasco da Gama informa que foi procurado pela mãe de um atleta de 14 anos da base do remo vascaíno relatando que ontem, 15/1, seu filho foi injustamente preso dentro de um ônibus quando regressava do treino para sua casa, no morro do Tuiutí.
O menor havia sido detido por policiais militares e conduzido para a delegacia, onde foi registrado boletim de ocorrência enquadrando o jovem, que é negro, como “adolecente infrator”, acusado de furtar um aparelho de telefone celular.
O fato do jovem ter se apresentado como atleta do Vasco da Gama e mostrado documento do clube foi desconsiderado. A autoridade policial não fez contato com o Vasco da Gama.
Diante desse caso gravíssimo, o CRVG informa que acionou seu departamento jurídico para atuar em representação de seu jovem remador buscando a indispensável reparação da injustiça praticada.
O Vasco da Gama não permitirá que o nome de seu atleta seja maculado e está dando todo o apoio a sua família.

Últimas