Lance Vanderson Chaves e Mônica Santos são derrotados na esgrima e deixam os Jogos Paralímpicos de Tóquio

Vanderson Chaves e Mônica Santos são derrotados na esgrima e deixam os Jogos Paralímpicos de Tóquio

Brasileiros da categoria de cadeira de rodas perderam os cinco duelos que disputaram

Lance
Lance

Lance

Lance

A delegação brasileira não teve bom início de Paralimpíadas na esgrima em cadeira de rodas. Nesta terça-feira, Vanderson Chaves e Mônica Santos foram derrotados nos cinco confrontos que disputaram e deram adeus aos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Ambos terminaram na última colocação de seus grupos.

+ Quatro países renunciam participação nas Paralimpíadas de Tóquio

No primeiro duelo, Vanderson enfrentou o húngaro Tarjanyi Istvan, oitavo melhor do mundo, perdeu por 5 a 1. Em seguida, foi derrotado por 5 a 0 diante do atleta do Comitê Paralímpico Russo, Alexander Kurzim, segundo melhor no ranking mundial. Contra o polonês Grzegorz Pluta, o placar foi de 5 a 2.

+ Abertura das Paralímpiadas tem homenagens ao Afeganistão e incentivos aos deficientes físicos

Nos últimos dois duelos, Vanderson perdeu por 5 a 0 e 5 a 1, para o canadense Pierre Mainville e para o francês Maxime Valet, respectivamente. Mônica Santos foi derrota pela japonesa Abe Chisato (5 a 1), Mezo Boglarka-HUN (5 a 1), Olena Fedota-UCR (5 a 1), Irina Mirushova-CPR (5 a 3) e Tan Shumei-CHN (5 a 0).

Últimas