Lance Túlio revela proposta de rival do Botafogo em 94, e explica recusa: 'Estava predestinado a ser ídolo no Glorioso'

Túlio revela proposta de rival do Botafogo em 94, e explica recusa: 'Estava predestinado a ser ídolo no Glorioso'

Icônico jogador foi Campeão Brasileiro com o alvinegro carioca em 1995; ex-jogador também relembrou desentendimentos com treinadores em dois gigantes brasileiros 

Lance
Lance

Lance

Lance

Túlio Maravilha, ex-jogador e ídolo do Botafogo, abriu espaço no stories do Instagram para responder perguntas de seguidores e não fugiu de assuntos espinhosos. Entre as principais perguntas, um torcedor questionou o autor de 1000 gols - pelas próprias contas - se ele teve propostas de outro time um ano antes de ganhar o Brasileirão pelo Botafogo.

Túlio, então, relembrou que teve proposta de um rival do Rio de Janeiro para deixar o futebol suíço, mas não aceitou e foi para o Botafogo por estar 'predestinado a ser ídolo' no Glorioso.

+ Risco de queda do Botafogo aumenta: confira e simule a tabela do Brasileirão

- Por incrível que pareça, o Vasco tentou me contratar quando eu jogava na Suíça, em 1994. Mas como eu já estava predestinado em ser ídolo e campeão pelo Botafogo eu acabei aceitando e indo pro nosso Glorioso - afirmou.

Túlio ainda respondeu outras perguntas sobre o motivo de não ter permanecido muito tempo atuando em dois gigantes do futebol brasileiro: Cruzeiro e Corinthians. Em um dos casos, o ex-jogador alegou imaturidade.

- Se não fosse treinador da época, Levir Culpi, que tivesse me deixado no banco praticamente seis vezes... Lá eu fiz o gol número 500 e com certeza ia fazer mais gols, ser campeão e ídolo do Cruzeiro - no caso da Celeste.

- Não fiquei no Corinthians por causa do treinador da época, Nelsinho Baptista. Fui artilheiro do time no Paulista mesmo no banco. Ai quando ele me deu a camisa de titular no Campeonato Brasileiro, eu quis sair. Foi uma imaturidade da minha parte - admitiu, no caso do Timão.

Últimas