Lance Tsitsipas domina Evans e faz, em Monte Carlo, 3ª final de Masters

Tsitsipas domina Evans e faz, em Monte Carlo, 3ª final de Masters

Grego buscará 1º troféu deste nível e o Nº1 da temporada, até o momento

Lance
Lance

Lance

Lance

O grego Stefanos Tsitsipas, quinto da ATP, chegou a sua segunda final de torneio do Masters 1000, após dominar o britânico Daniel Evans, 33º e algoz de Novak Djokovic, no Masters de Monte Carlo. Em busca de título inédito, Tsitsipas encara Andrey Rublev.

Tsitsipas entrou em quadra decidido a definir a partida o mais rápido possível, trabalhando com variação de saques abertos e colocados, bem como buscando encurtar trocas e aprofundar golpes. Desta forma, precisou de 1h09 para fechar o placar em 6/2 6/1 tendo convertido o mesmo número de aces de Evans, um cada, e cometido uma dupla-falta contra duas do britânico, que cometeu 20 erros não-forçados contra 13 do grego, que disparou 21 bolas vencedoras, a maioria delas com forehand na paralela, contra oito de Evans.

Finalista do Masters do Canadá em 2018 e do de Madri em 2019, Tsitsipas busca seu primeiro troféu do Masters 1000 contra o russo Andrey Rublev, algoz de Rafael Nadal no torneio, que bateu o norueguês Casper Ruud em 6/3 7/5.

Tsitsipas e Rublev já se enfrentaram seis vezes no circuito profissional, com três vitórias para cada tenista.

Dono de 5 títulos ATP, quatro deles em nível ATP 250 e o ATP Finals de 2019, Tsitsipas tem um histórico ruim em finais, tendo perdido as seis finais em ATP 500 que disputou, bem como as duas finais de Masters 1000.

Últimas