Triatlo conquista crianças de Joinville

Em atividade desde maio na cidade, Escolinha de Triathlon Formando Campeões tem adesão total dos alunos e mostra evolução

Lance
Lance

Lance

Lance

A combinação do nada, pedala e corre conquistou a criançada de Joinville. Desde maio deste ano, 40 alunos entre 8 e 16 anos aprendem os fundamentos das três modalidades, na Escolinha de Triathlon Formando Campeões, com aulas que misturam técnica e muita brincadeira. O projeto conta com adesão total nos treinos e, em poucos meses, já mostra evolução dos pequenos triatletas.

As aulas são realizadas quatro vezes por semana, sempre no contraturno escolar, na Univille. A universidade tem a infraestrutura ideal para os treinos, com piscina semiolímpica e pista de atletismo. Os alunos também contam com todo o material de treino, como óculos e toucas de natação e bicicletas. O grande objetivo do projeto é transmitir, por meio do esporte, valores como disciplina, respeito e o gosto pela prática de atividade física.

- As crianças ficaram muito entusiasmadas quando viram uma competição de triatlo, num vídeo que exibimos aqui. Ao mesmo tempo, nos deparamos com questões como uma dor na perna, um treino debaixo do sol, a água fria da piscina… Ainda assim, tivemos muito poucas faltas, e os alunos sempre vêm animados para o treino - conta o professor Wesley Jonatan da Silva.

- A lição que eu procuro passar é que eles precisam ter disciplina e ser responsáveis, e que podem fazer isso de forma divertida e descontraída. Muitas vezes estamos treinando sem saber que estamos treinando, e isso é importante para que eles tenham prazer dentro do triatlo.”

Nesta fase de iniciação ao triatlo, os treinos trabalham as partes essenciais dentro do esporte, para tornar o aprendizado mais simples. Como várias crianças chegaram ao projeto sem saber nadar, os exercícios na água começaram com a adaptação ao meio líquido e a coordenação motora. Na bicicleta, as primeiras aulas trouxeram noções de troca de marcha, posição correta do corpo e equilíbrio. E a corrida rendeu muitas brincadeiras, como pega-pega e esconde-esconde.

- Hoje, grande parte dos alunos já consegue nadar o crawl completo, o que eu considero uma grande conquista, visto que a maioria não sabia nadar. Evoluímos nos treinos de bike para a descida e subida de pequenos morros íngremes, controle de velocidade em grupo, e estamos trabalhando a resistência física. E fizemos atividades de competição na corrida, com os alunos completando percursos de 30 metros - enumera Wesley.

O objetivo, para esta temporada, é manter o grupo motivado para os treinos, construindo valores que a criançada vai levar para a vida. Entre eles, o professor já vê alguns com habilidades para o esporte mais desenvolvidas.

- Temos alunos com pais que já praticaram triatlo ou alguma modalidade do triatlo, por isso já vivenciaram algumas práticas e se destacam naturalmente. Mas também temos alunos que nunca tiveram contato com esporte e mesmo assim mostram aptidão, nos treinos - diz Wesley.

Últimas