Lance Torcida do Athletico joga objetos, mas apoia e faz festa mesmo após título do Atlético-MG na Arena da Baixada

Torcida do Athletico joga objetos, mas apoia e faz festa mesmo após título do Atlético-MG na Arena da Baixada

Galo é bicampeão da Copa do Brasil, mas torcedores do Furacão exaltam jogadores

Lance
  • Lance | por Lance


O clima na Arena da Baixada era exatamente de final. Nem a goleada sofrida por 4 a 0 para o Atlético-MG no Mineirão fez com que a torcida do Athletico-PR desanimasse e demonstrasse menos apoio desde a chegada do ônibus. Essa empolgação durou 25 minutos depois de a bola rolar, quando Keno abriu a contagem na segunda partida da decisão da Copa do Brasil. Com muita tensão e pressão na arbitragem, o estádio terminou em festa, mesmo com a nova vitória do Galo, por 2 a 1, e 6 a 1 no agregado.

>>> AO VIVO: Galo bicampeão! Assista a live pós-jogo da final da Copa do Brasil no LANCE!

Torcida Athletico Paranaense

Torcida Athletico Paranaense

Lance

Antes, durante e depois do jogo, a torcida do Furacão fez a festa na Arena da Baixada (Luiza Sá / Lance!)

Os torcedores do mandante se reuniram nas ruas para saudar a chegada do time e mandar força, mas deram vexame ao atirar pedras e garrafas no ônibus do Galo. E jogar coisas não se resumiu apenas ao lado de fora. Dentro da Arena, tênis e mais copos foram em direção aos jogadores do Atlético em sinal em protesto.

Mesmo assim, a festa da torcida foi bonita. Com o estádio lotado, o time da casa foi no ritmo das arquibancadas e o gol de Pedro Rocha sacramentaria a sintonia, mas acabou anulado. O estádio pulsou para carregar o time, mas viu o Galo sair em contra-ataque e acabar com as chances.

Hulk pediu calma aos torcedores, que jogavam copos e xingavam, enquanto a massa do Atlético-MG no setor visitante fazia a festa - ainda mais. Aos cantos de “olé” e “vai embora”, como fizeram em Belo Horizonte, os atleticanos celebravam, em lua de mel com o time campeão três vezes na temporada.

>>> Atlético-MG é bicampeão! Veja o ranking dos maiores campeões da Copa do Brasil

Uma parte da torcida ainda tentou demonstrar apoio, mas já aos 20 minutos do segundo tempo os espaços foram começando a se abrir com pessoas indo embora. Após o gol de Hulk, a arquibancada voltou a cantar muito, empolgada especialmente com a vaga na Libertadores e o bicampeonato da Sul-Americana. Foi um show, como se a partida ainda estivesse disputada, inclusive com muita comemoração no gol que diminuiu o placar.

Dentro do gramado, melhor para Hulk, Keno, Jair e cia, que fecham a espetacular temporada com mais uma taça.

Últimas