Lance Torcedores arremessam pipocas e cobram elenco do Palmeiras no Ceará

Torcedores arremessam pipocas e cobram elenco do Palmeiras no Ceará

Protesto de cerca de uma dezena de torcedores ocorreu em meio a um grupo que queria tirar foto com o elenco; cobranças aparecem por conta da eliminação na Copa do Brasil

Protesto de cerca de uma dezena de torcedores ocorreu em meio a um grupo que queria tirar foto com o elenco; cobranças aparecem por conta da eliminação na Copa do Brasil

Lance

Lance

Lance

Depois de uma nota oficial divulgada na manhã desta sexta-feira pela Mancha Alviverde, principal torcida organizada do clube, o Palmeiras voltou a sofrer com protestos por conta da eliminação na Copa do Brasil. Cerca de uma dezena de pessoas usando vestimentas da uniformizada foram na porta do hotel que abriga a delegação, em Fortaleza, para arremessar pipoca nos jogadores e cobrar melhor futebol.

A confusão aconteceu quando o elenco voltava do último treinamento antes de enfrentar o Ceará, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Entre os que protestavam, havia um com nariz de palhaço, e o coro inicial era "Não é mole, não. Muito dinheiro para pouca obrigação". Depois, com a aproximação dos jogadores, o tom aumentou e cada um que se aproximava ouvia que precisava "jogar bola".

Confira abaixo um vídeo que registrou o protesto desta sexta-feira:

Entre os jogadores que tentaram diálogo com os que protestavam, estavam o volante Thiago Santos, o zagueiro Antônio Carlos e os goleiros Jailson e Fernando Prass. O diretor de futebol Alexandre Mattos também falou com eles, rebatendo que não gasta muito, como eles alegavam, mas investe no clube.

É possível ver não mais do que uma dezena protestando. Em meio ao grupo, alguns torcedores gostariam de registrar uma imagem com os jogadores, e o zagueiro Gustavo Gómez atendeu ao pedido de alguns, tudo enquanto seguranças precisavam conter os que cobravam o elenco.

Foi a primeira manifestação contrária ao time feita por palmeirenses no Ceará. A delegação viajou de Porto Alegre e desembarcou no Nordeste nesta madrugada, recepcionado por torcedores que fizeram festa na chegada do time. Outros se aglomeraram em frente ao CT do Fortaleza, mesmo sem poder entrar, para manter proximidade com jogadores e comissão técnica.

O Palmeiras foi eliminado na quarta-feira, nas quartas de final da Libertadores, após perder por 1 a 0 no tempo normal, no Beira-Rio, e por 5 a 4 nos pênaltis. Mas o time segue vivo na Libertadores, pela qual abre os confrontos pelas oitavas de final diante do Godoy Cruz, na terça-feira, na Argentina, e lidera o Campeonato Brasileiro com três pontos de vantagem para o Santos, segundo colocado, sendo o atual campeão e invicto há 33 rodadas na competição - enfrenta o Ceará pelo torneio neste sábado, às 19h, no Castelão.