Técnico do Paraná desabafa contra protestos da torcida

Matheus Costa demonstrou chateação com as cobranças das arquibancadas em relação ao seu time

Lance

Lance

Lance

O Paraná é uma das equipes que chegam a reta final da Série B com chance de acesso, mas internamente o clima dentro do clube é o pior possível, principalmente com a torcida que não tem ficado satisfeita com as apresentações do time comandado por Matheus Costa.

Na entrevista coletiva desta sexta-feira, o treinador resolver responder as críticas das arquibancadas e lamentou que, mesmo perto do G4, o Tricolor não tenha um bom ambiente.

‘Este ano foi um ambiente muito conturbado. Não tenho dúvida de que se fosse um ano como 2017, com uma média de 10 ou 11 mil pessoas, nós já estaríamos em terceiro, já estaríamos em quarto. Acredito muito nisso. Eu passei aqui, eu fui o treinador do acesso em 2017 e eu vi tudo o que foi construído e o apoio de 100% do torcedor que abraçou realmente a causa’, afirmou.

Entre altos e baixos ao longo da campanha na Série B, o Tricolor aparece na sexta colocação, com 47 pontos, dois a menos que o Coritiba, primeiro time do G4, mas que possuí um jogo a menos.

Na terça-feira, o Paraná volta a campo para encarar o Londrina, a partir das 20h30 (Horário de Brasília), na Vila Capanema.