Lance 'Surpreso e inesperado', diz Derlan sobre desligamento na Chapecoense

'Surpreso e inesperado', diz Derlan sobre desligamento na Chapecoense

Zagueiro entende que momento coletivo vivido pelo clube pode ter pesado para que a diretoria optasse por sua saída

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta semana, a Chapecoense anunciou a liberação de quatro jogadores para que procurem novos clubes. São eles Fernandinho, Felipe Baixola, Kaio Nunes e o zagueiro Derlan. O defensor de 25 anos, aliás, vinha sendo titular desde o início da temporada e fez parte do elenco campeão e que teve a melhor defesa da Série B do Brasileirão na temporada passada.

>A quantos pontos a Chape está de sair do Z4?

Após receber o comunicado da diretoria de que não contavam mais com ele e que estaria liberado para procurar outro clube, Derlan admite que foi pego totalmente de surpresa:

- Foi totalmente inesperado. Fiquei surpreso com isso. Vinha jogando com regularidade. Infelizmente a fase não é boa, não conseguimos o resultado, mas é tudo um conjunto. Todos ganhamos e todos perdemos. Mas, infelizmente o futebol é assim. Tenho a certeza de que me esforcei ao máximo e sempre honrei essa camisa.

Nesta temporada, ele fez 29 jogos com a camisa 34 da Chape e dois gols marcados. Já em 2020 foram 28 compromissos e três bolas na rede, incluindo uma no jogo que deu o acesso ao clube, contra o Figueirense.

As boas atuações teriam, inclusive, rendido ofertas de outros clubes segundo apurou o Futebol Latino, mas a opção de permanecer no clube falou mais alto.

- Tenho muito orgulho da minha história na Chapecoense. Estou na história junto com os meus companheiros, colocamos o clube de volta na Série A e isso ninguém tira. Tive boas ofertas, em um momento que tínhamos salários e outros direitos atrasados, mas quis ficar para ajudar o clube nesse retorno. Infelizmente agora acontece isso - afirmou.

Agora, o zagueiro criado na base do Fluminense e com passagens por Paysandu, Grêmio e Criciúma está no mercado onde, por conta de já ter completado sete jogos nesta edição do Campeonato Brasileiro, não pode defender outro time na principal liga nacional em 2021.

- Estamos aguardando algumas situações. A janela para fora fecha na segunda-feira, então fica um pouco apertado. Já fiz mais de sete jogos no Brasileirão, então me tiraram esse direito de continuar jogando na Série A. No início do ano algumas equipes da Série B também tinham me procurado, então vamos ver o que acontece nos próximos dias - projetou Derlan.

Últimas