Lance Startup baiana quer apimentar setor de eSports no Brasil

Startup baiana quer apimentar setor de eSports no Brasil

Beyond Digital Sports quer democratizar acesso dos gamers e capacitar profissionais dos diversos nichos do mercado

Lance
Lance

Lance

Lance

A paixão do empreendedor baiano Lukas "LKZ" Walter por jogos de ação se transformou pouco tempo depois na startup Beyond Digital Games (BDS) que se articula para ferver o mercado gamer do Brasil. Em parceria com o empresário (do segmento de Inovação Tecnológica) Waldo "DRK" Souza, o jovem de 22 anos fundou a empresa em Salvador em 2020 para se guiar pela ousadia. Os sócios apostam em um modelo pioneiro que abarca praticamente todas as vertentes de negócio do ecossistema de eSports.

> Confira as classificações atualizadas dos campeonatos estaduais e simule os resultados do seu time!

O mercado é promissor na América Latina, que representa “apenas” 3,75% dos 160 bilhões de dólares que são movimentados a cada ano no mundo, segundo dados do portal Newzoo. Com cerca de 75 milhões de jogadores regulares de games e um número crescente de simpatizantes, o Brasil é visto pelos investidores e especialistas como um gigante ainda pouco explorado.

O diferencial da BDS, sem parâmetro no mundo, é atuar em pelo menos oito nichos que dentro da empresa funcionam como unidades de negócio: organização de torneios; promoção de eventos; formação de influenciadores; apoio aos atletas e times para competições; venda online de produtos e serviços especializados; produção de conteúdos audiovisuais para mídias digitais; mentorias direcionadas a saúde física e mental dos gamers e laboratório para capacitação de até 40 categorias profissionais da cadeia gamer.

Dentre as profissões estão as de pro-players, comissões técnicas, psicólogos, nutricionistas, educadores físicos, cosplayers, narradores, comentaristas, videomakers, designers, desenvolvedores de jogos, dentre outros.

- Comecei minha carreira criando a primeira academia gamer dentro de um estádio de Futebol no Nordeste quando ainda era adolescente. Hoje, o projeto é bem mais ambicioso com a BDS. Queremos democratizar e profissionalizar toda a cadeia brasileira de jogos digitais e até mesmo exportar esse modelo. Estamos nos movimentando firmemente nesta direção - conta LKZ.

​- Nossa parceria é sem dúvidas uma realização de um sonho em família, mas também exige de nosso time muita seriedade e muito foco no negócio. Para isto estamos usando nossa bagagem de empreendedores e buscando alianças com parceiros fortes que acreditam no potencial deste mercado em nosso país - acrescenta DRK.

Últimas