Lance Sérgio Sette Câmara garante Galo brigando pelo título: 'Atlético veio para incomodar e muito'

Sérgio Sette Câmara garante Galo brigando pelo título: 'Atlético veio para incomodar e muito'

O presidente alvinegro reclamou sobre as notícias negativas, segundo ele, sobre o clube, mesmo estando em posição de destaque no Campeonato Brasileiro

Lance
Lance

Lance

Lance

O Atlético-MG quer paz! Pelo menos é o pedido do presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, que tem reclamado de notícias desfavoráveis ao time, mesmo com um aproveitamento de 70% no Campeonato Brasileiro.

- Vamos falar a verdade, o Atlético veio para incomodar e muito. E o pessoal não está se conformando com isso. Desde que o Sampaoli veio para o Atlético, a gente vem sendo bombardeado. Uma hora é problema de balanço, outra hora é um jogador. O problema não está aqui. Deixa a gente em paz. O Atlético está focado no Campeonato Brasileiro, nós vamos brigar por este título. A torcida não pode cair nessa conversa fiada e em cilada-disse em entrevista à Rádio Itatiaia.

Sette Câmara questionou também o que vem sendo veiculado sobre atrasos de salários. Segundo o mandatário alvinegro, o clube tem apenas uma folha que não está em dia.

- Estamos só com uma folha em atraso. É claro que todos os clubes do Brasil passam por dificuldade muito grande, porque sem bilheteria, e o mercado de compra e venda de jogadores só agora é que começa a aparecer alguma coisa. Nós estamos fazendo um verdadeiro milagre estando com uma folha só em atraso, sem termos feito a venda de atletas-comentou Sette Câmara, que falou do esforço e não se desfazer de peças importantes do elenco.

- Não buscamos isso, nos esforçamos para manter o elenco como está até o fim do Brasileiro. É claro que se vier uma proposta irrecusável, nós vamos estudar, mas queremos lutar pelo título e temos uma grande oportunidade.

Por fim, o presidente também questionou notícias de que não teria uma boa relação com Jorge Sampaoli e que o técnico só o procura para cobrar reforços.

- Falaram que a gente tinha problema de relacionamento, o que não é verdade. Nosso relacionamento é bom, todos sabem que ele não é treinador de resenhas, mas sempre conversamos um pouco e temos de respeitar a forma de ser de cada pessoa. Ele é assim-disse o dirigente, que elogiou o argentino.

- Eu não quero aqui treinador que seja boa praça, que sorri para todo mundo, fala com todo mundo, que senta para tomar cerveja com presidente. Ele recebe para fazer o que faz, e faz bem feito. Ele realmente é uma pessoa focada e obstinada, é isso o que a gente quer, que consiga fazer o nosso time ter esse desempenho. Ele vem de outra cultura, tem outra filosofia e temos que respeitar isso-concluiu.

Últimas