Sem citar nomes, Felipe Melo critica: 'Tem que falar com o covarde lá'

Zagueiro saiu enfurecido de campo após se envolver em confusão com o volante Nata Alvarenga. Confusão começou com a expulsão do lateral-direito Marcos Rocha, aos 49

Lance

Lance

Lance

No fim do empate entre Palmeiras e Inter de Limeira por 0 a 0, no Major José Levy Sobrinho, o lateral-direito Marcos Rocha deu uma forte entrada em Nata Alvarenga e foi expulso pelo árbitro Vinícius Furlan (SP), aos 49 do segundo tempo. O lance causou a revolta dos jogadores e muito bate-boca entre o volante do time de Limeira e Felipe Melo, que fez dura crítica na saída de campo: 'Tem que falar com o covarde lá'.

Com o fim da partida, o zagueiro palmeirense conteve a revolta do jovem volante Patrick de Paula e chamou seus companheiros para realizar um cumprimento à torcida. Nervoso, Felipe Melo se mostrou insatisfeito com o desempenho da arbitragem, sobretudo, após a expulsão de Marcos Rocha. Com o cartão, o lateral desfalcará o Palmeiras no clássico contra o Corinthians, no domingo (22).

Confira da Tabela do Campeonato Paulista

Ao longo da partida, o árbitro paulista Vinícius Furlan aplicou mal os cartões e exagerou em alguns lances. Em diversos momentos, ele demonstrou não ter controle do jogo e não coibiu de forma adequada as chegadas mais duras dos atletas de ambas as equipes.

Na próxima rodada, caso não aconteça qualquer alteração no calendário devido ao surto de coronavírus, o alviverde encara o Corinthians no próximo domingo, às 16h, em Itaquera. No mesmo dia, a Inter de Limeira recebe o Oeste, às 19h, novamente no Limeirão.