Lance Rublev salva 2 match-points, bate Rune em jogão e está nas 4ªs em Melbourne

Rublev salva 2 match-points, bate Rune em jogão e está nas 4ªs em Melbourne

Russo está de volta às 4ª de final do Australian Open e aguarda por Novak Djokovic

Lance
Lance

Lance

Lance

O russo Andrey Rublev, 6º da ATP, conquistou uma belíssima vitória sobre o dinamarquês Holger Rune, 10º, tendo salvo dois match-points e se garantiu nas quartas de final do Australian Open, onde aguarda pelo sérvio Novak Djokovic.

Rublev batalhou por 3h39 e fechou o placar em 6/3 3/6 6/3 4/6 7/6 (11-9) tendo disparado 22 aces contra nove de Rune, que cometeu 12 duplas-faltas contra quatro do russo, que disparou 58 bolas vencedoras contra 44 do dinamarquês, que cometeu 60 erros não-forçados contra 37 do russo.

Em um jogo equilibrado e cheio de belas jogadas, desde o primeiro game, Rublev e Rune fizeram uso de todo seu arsenal técnico para para o rival. Se pressionando, os tenistas trocaram quebras entre o 6º e 8º games e mais experiente, trabalhou firme para sair à frente no placar.

Embalado, Rublev abriu a parcial pressionando o saque aberto do dinamarquês e o forçou a salvar três breakpoints. Rune não se sentiu intimidado e também arriscou, alongou trocar e assim conquistou quebra no 4º game, abrindo 4/1 no placar e administrando.

Rublev não se abateu de perder o set anterior, trabalhou muito bem em seus games de saque e sequer foi ameaçado. Forçando Rune a salvar breakpoint no 4º game, conquistou quebra no 6º e administrou.

O quarto set seguiu muito equilibrado e disputado. Buscando ser mais agressivo, Rublev cometeu erros e acabou quebrado no 6º game, chegou a devolver a quebra no 9º game quanto Rune sacava para o set, mas voltou a ser quebrado.

O jogo seguiu os moldes dos sets anteriores, com os dois tenistas buscando o jogo e fazendo boas jogadas. O dinamarquês arriscou bolas curtas e conquistou quebra no 4º game, abriu 4/1 e seguiu confiante. Sacando para o jogo, Rune lidou um o russo muito sólido na devolução e acabou quebrado de zero, após dois erros não-forçados em sequência. Rublev seguiu motivado, confirmou de zero e pressionou o dinamarquês. O jogo se encaminhou para o tiebreak, onde Rune abriu 5/0 e foi administrando, até ver uma reação do russo, que virou, chegou a sacar pro jogo com 9/8, mas confirmou na segunda tentativa.

Últimas