Renato exalta papel de Diego Souza no Grêmio e explica mudança

Técnico do Imortal pontuou que substituição do camisa 29 diante do Novo Hamburgo aconteceu por pedido do atleta se queixando de dores


O atacante Diego Souza tem se mostrado bastante eficiente desde que chegou ao Grêmio e, no último domingo (2), a história não foi diferente ao marcar dois dos quatro gols na complicada partida onde o Tricolor superou por 4 a 3 o Novo Hamburgo e seguiu rumo a decisão do returno do Gauchão.

Não à toa, na coletiva pós-jogo, o camisa 29 foi um dos pontos colocados como positivos na avaliação do técnico Renato Portaluppi. Tanto é que, em sua avaliação, ele estava convicto de que Diego teria papel de bastante utilidade no esquema de jogo proposto.

Mesmo com a boa atuação, Diego Souza foi substituído aos 39 minutos do segundo tempo para a entrada do jovem Isaque justamente em ponto onde o confronto estava 3 a 3, levando a eliminatória para as penalidades.

Sobre o tema, Renato explicou que a alteração se deu unicamente por um pedido do próprio atleta de 35 anos de idade ao reclamar de dores na perna.

Algo que, imediatamente, o levou a pensar em preservar nome que, em 11 jogos realizados na temporada, contabilizando os confrontos antes da paralisação, já balançou as redes em oito oportunidades. Números esses, aliás, que o colocam não apenas como artilheiro da equipe na temporada como também no estadual.

A decisão do segundo turno frente ao Internacional por uma vaga na final do estadual onde o Caxias aguarda o vencedor ocorrerá na próxima quarta-feira (5) às 21h30 na Arena.

Renato Portaluppi

Renato Portaluppi

Lance

Foto: Fabiano do Amaral