Lance Quando a área VIP não é suficiente, o Qatar proporciona o VVIP; conheça

Quando a área VIP não é suficiente, o Qatar proporciona o VVIP; conheça

Espaço de luxo é selecionado para pessoas do alto escalão, como o emir do Qatar e o presidente da Fifa

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Embora os camarotes e as áreas VIP's não sejam novidades nos estádios espalhados pelo mundo, o Qatar inovou no palco das partidas da Copa e criou o local VVIP ("very very important person", pessoa muito, muito importante na tradução para o português). No entanto, se a área VIP já era vista como algo distante dos padrões para a maioria dos turistas que foram acompanhar a Copa do Mundo, a nova área luxuosa é selecionada para pessoas do alto escalão, começando pelo emir do Qatar.

O mandatário chega de helicóptero com sua comitiva e depois sobem em carros de luxo antes de serem conduzidos diretamente para a área restrita, sem interagir ou ocupar o mesmo espaço que os torcedores "comuns". Somente poucos convidados tem direito a desfrutar ao luxo do local, como o presidente da Fifa Gianni Infantino, ou chefes de estado. Nem mesmo outros dirigentes de cargos menores têm essa vantagem.

A principal diferença entre os assentos de luxo e os considerados "comuns" na Copa do Mundo do Qatar é a liberação da bebida alcoólica. Para a surpresa dos torcedores, o Qatar voltou atrás e decretou, pouco antes do início do Mundial, que a venda de cerveja ou qualquer tipo de bebida alcoólica seria proibida nos estádios.

ÁREAS DE LUXO

De acordo com informações do jornal "The New York Times", um assento VIP do estádio Al Bayt gira em torno de US$ 3 mil (R$ 15.760,00 na cotação atual). Dessa forma, os visitantes de luxo têm direito a cerveja, champanhe, whisky, gin, scotch, vinho e outros drinks gratuitamente sendo distribuídos, além de um enorme buffet. Ao mesmo tempo, os torcedores são recepcionados com presentes e uma bebida de boas-vindas.

Ainda existem outros cinco níveis luxuosos, de acordo com a "Match Hospitality", parceira da Fifa que opera essas seções, com os assentos mais "básicos" avaliados em US$ 950 (R$ 4.952,00), onde servem comida de rua, cerveja e vinho. No mais luxuoso de todos, aparecem suítes privadas que chegam a US$ 5.000 (R$ 26.063,00) por pessoa, com um menu de seis pratos servido por um chef particular, coquetéis feitos por sommeliers e mixologistas, além da promessa de presenças de celebridades não especificadas.

A suíte mais exclusiva é a Pearl Lounge , logo acima da linha intermediária do Lusail Stadium, que oferece a cada hóspede um “excepcional presente comemorativo”. Há também, segundo quem já esteve nela, uma suíte no Al Bayt que, por algum motivo, possui cama retrátil e banheiro equipado com ducha.

Últimas