Presidente do Náutico afirma que patrocinadores suspenderam os pagamentos

Edno Melo reconheceu que não sabe se vai como irá honrar com os compromissos se o futebol não voltar

Lance

Lance

Lance

A crise do coronavírus promete muitos prejuízos ao futebol nacional. Sem calendário por tempo indeterminado, as equipes quebram as cabeças e tentam segurar ao máximo os custos com elenco e comissão técnica.

Na Série B do Brasileirão, o Náutico ganhou uma baixa importante nas finanças do clube: os patrocinadores. Em conversa com o Diário de Pernambuco, o presidente do Timbu, Edno Melo afirmou que os anunciantes só irão efetuar o pagamento assim que os jogos forem retomados.

‘Os patrocinadores pediram para serem adiados. Todos os patrocinadores tiveram uma grande queda em seu faturamento, conversamos e eles voltarão a pagar depois da crise da Covid-19. Temos um patrocínio que é uma empresa de apostas e eles não estão ganhando nada, pois não está havendo jogo. Estamos contando com o apoio dos nossos torcedores e associados para passar por essa situação difícil’, disse.

No bate-papo, o dirigente também informou que, devido a falta de dinheiro para os próximos meses, ele não sabe como manter os salários em dia.

'Um clube com o tamanho do Náutico e com todo o passivo que nós temos que gerir e que não está tendo praticamente nenhuma receita pagou sua folha de março em dia e de maneira integral, mas agora estamos em uma situação que não sabemos o que fazer’, finalizou.