Lance Presidente do Galo e o clube são multados pela Conmebol, mas punição ao Boca não foi revelada

Presidente do Galo e o clube são multados pela Conmebol, mas punição ao Boca não foi revelada

O dirigente terá de pagar R$ 260 mil , enquanto o clube outros R$ 78 mil pela briga generalizada no duelo com os argentinos pelas oitavas de final da Libertadores

Lance
Lance

Lance

Lance

O presidente do Atlético-MG, Sérgio Coelho, foi suspenso por dois jogos pela Conmebol após as confusões pós-jogo no duelo diante do Boca Juniors, pelas oitavas de final da Libertadores. Com a punição, Coelho não poderá estar presente nas partidas contra o River Plate em Buenos Aires e em Belo Horizonte, nas duas próximas quartas-feiras, 11 e 18 de agosto.

A punição ao dirigente alvinegro aconteceu porque Sérgio Coelho arremessou uma garrafa de água nos jogadores do Boca, quando estes tentaram invadir o vestiário do time mineiro, em uma briga que terminou com a delegação argentina na delegacia.

O presidente do Galo ainda foi multado em US$ 50 mil ( R$ 260 mil). O Atlético também terá prejuízo, pois levou multa de US$ 15 mil (R$ 78 mil). Apesar da confusão, o alvinegro não perdeu o mando de campo.

Se o clube brasileiro sofreu sanções, a Conmebol ainda não deu qualquer informação sobre o que acontecerá com a equipe argentina, maior protagonista da confusão no Mineirão, que teve de contar com a ajuda do Atlético para pagar R$ 6 mil de fiança para poder retornar à Argentina.

A delegação do Boca teve dois boletins de ocorrência registrados segundo a Polícia Civil de Minas Gerais: por crime de dano qualificado e crimes de lesão corporal e desacato.

Últimas