Lance Presente nos três anos de Campello, Castan vê 'semente plantada' e evolução na estrutura do Vasco

Presente nos três anos de Campello, Castan vê 'semente plantada' e evolução na estrutura do Vasco

Para o capitão, mudança no local dos treinos é benéfica para o futebol cruz-maltino, embora os resultados do time ainda não sejam satisfatórios

Lance
Lance

Lance

Lance

Um dos jogadores há mais tempo no elenco do Vasco, Leandro Castan chegou ao Vasco em 2018, poucos meses depois do início da gestão de Alexandre Campello. O presidente vai encerrando os três anos de mandato e o capitão de quase todo este tempo avalia que a grande mudança no clube, relativa ao time, foi a estrutura para treinos.

- Posso falar o que eu vivi nesses anos em que estou aqui. Estruturalmente, acho que teve uma mudança muito grande, principalmente no que se diz sobre o CT. É uma mudança muito grande em relação a onde treinávamos, onde fazíamos nossas coletivas, no sol - entende o zagueiro.

O Vasco treina, atualmente, no CT do Almirante, localizado em Jacarepaguá, na Zona Oeste. No início da gestão Campello, as atividades deixaram de ocorrer em São Januário e passaram para o CT das Vargens, em Vargem Pequena, posteriormente rebatizado também de CT do Almirante.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Diferentemente do espaço erguido pelo com doações de torcedores, o primeiro CT do Almirante era alugado, e tinha infraestrutura menor do que a já existente. O clube, neste ponto, efetivamente evoluiu. Os resultados em campo mudaram pouco. Tanto que Castan faz um mea-culpa.

- Claro que não conseguimos dar o resultado em campo. Nosso melhor momento foi com o Vanderlei em 2019, quando conseguimos levar o time à Sul-Americana. Acho que a gestão Campello plantou essa semente e espero que, com a próxima gestão, o Vasco possa conquistar algo em campo - projetou o zagueiro.

Últimas