Precisa e eficaz, Chape vence e afunda Atlético-MG na crise

Equipe catarinense aproveitou bem as chances que teve, controlou partida, e colocou alvinegro na luta contra rebaixamento no Campeonato Brasileiro

Henrique Almeida marcou primeiro gol da Chapecoense no Independência

Henrique Almeida marcou primeiro gol da Chapecoense no Independência

Lance

O Atlético-MG deu esperanças à Chapecoense de se manter na Série A do Brasileiro ao ser derrotado em casa por 2 a 0, gols de Henrique Almeida e Everaldo, em duelo válido pela 29ª rodada.

A vitória ainda não tira os catarinenses da zona do rebaixamento, que continua na 19ª posição, agora com 21 pontos, mas anima o time de Chapecó e buscar um milagre de permanecer na elite nacional.

Em contrapartida, a Chape trouxe o Galo para uma briga que até algumas rodadas atrás não era dele. A luta para não figurar no grupo de times rebaixados para a Série B em 2020. O time mineiro perdeu a 12ª posição para o Fortaleza, que chegou aos mesmo 35 pontos do alvinegro, mas vence nos critérios de desempate.

A noite no Horto não foi do Atlético. Nada deu certo. Gols perdidos, pênalti desperdiçado, gol anulado pelo VAR. Tudo conspirou para o revés em casa, além da atuação abaixo da crítica da equipe, que não se encontrou em momento algum do jogo, com a torcida ficando impaciente, com razão, na maior parte do jogo.

O ponto de mais tenso foi quando os atleticanos gritavam olé de forma irônica e xingavam Vagner Mancini de burro. Uma derrota para se lamentar. E, o Galo agora terá de olhar para baixo e pensar em não ter de colocar suas últimas forças para evitar outro rebaixamento.

A equipe alvinegra terá de trabalhar muito, pois dos últimos 45 pontos disputados(15 jogos), o time conseguiu apenas oito. Sinal de alerta ligado na Cidade do Galo.

Agenda dos clubes

O Galo encara o Fortaleza, no Castelão, na capital cearense, no sábado, 2 de novembro, às 17h. Será uma partida de confronto direto contra o Z4. A Chape segue sua saga contra o rebaixamento diante do São Paulo, também no dia 2, só que às 21h, na Arena Condá, em Chapecó.


ATLÉTICO-MG 0 X 2 CHAPECOENSE
Estádio
: Independência-Belo Horizonte(MG)
Data-hora: 30 de outubro de 2019, às 19h30
Arbitragem: Diego Pombo Lopez(BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Elicarlos Franco de Oliveira(BA)
VAR: Paulo Roberto Alves Junior(PR)
Cartões Amarelos: Roberto, Henrique Almeida, Dalberto(CHA), Igor Rabello, Cazares, Otero(ATL)
Público e renda: 19.058/ R$ 89.042,00

Gols: Henrique Almeida, aos 5’, 1ºT(0-1), Everaldo, aos 4’-2ºT(0-2)

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Guga, Leonardo Silva(Cazares-intervalo), Igor Rabello e Fábio Santos; Réver e Elias(Geuvânio, aos 25’-2ºT); Luan, Nathan e Otero; Ricardo Oliveira(Di Santo, aos 13’-2ºT). Téc: Vagner Mancini

CHAPECOENSE: Tiepo; Renato(Eduardo, aos 36’-2ºT), Douglas, Maurício Ramos(Rafael Pereira, aos 29’-2ºT) e Bruno Pacheco; Márcio Araújo e Camilo; Roberto, Dalberto(Elicarlos, aos 20’-2ºT), Henrique Almeida e Everaldo. Téc: Marquinhos Santos

Reta final! Veja os últimos dez jogos do seu time no Brasileirão